Home Artigos Software 6 coisas que você deve saber sobre o Magic Lantern

6 coisas que você deve saber sobre o Magic Lantern

O Magic Lantern é praticamente indispensável para sua Canon HDSLR. Mais detalhes podem ser obtidos neste artigo. Mas sua popularidade cada vez maior traz algumas dúvidas aos usuários. Resolvemos, então, esclarecer seis questões importantes sobre esse programa incrível.

1 – O Magic Lantern pode danificar minha câmera?

São raríssimos os casos de câmeras danificadas associadas ao uso do Magic Lantern. O programa em si é muito seguro e, até agora, não apresenta nenhum risco à sua preciosa câmera. O maior risco está no processo de instalação em si. E a maior causa de problemas é a instalação do programa com a versão errada do firmware oficial da Canon.

Existem várias versões do Magic Lantern, cada uma específica para um número de firmware oficial. Portanto, antes de instalar o Magic Lantern, certifique-se de que a versão do programa corresponde à versão instalada em sua câmera. Para saber qual a versão instalada, pressione o botão Menu de sua HDSLR e utilize o cursor até aparecer a tela com a versão de seu firmware.

Câmera com a versão 1.0.9 do firmware instalado (e rodando o Magic Lantern)

Em seguida, procure a versão do Magic Lantern correspondente ao seu firmware. Caso haja uma versão para um firmware oficial da Canon mais recente, baixe a versão oficial do site do fabricante, instale e depois instale o Magic Lantern correspondente. Para informações onde encontrar o Magic Lantern, clique aqui.

É bem provável que sua câmera não sofra danos permanentes caso você, acidentalmente, instale a versão errada do Magic Lantern. Geralmente o que acontece e que sua câmera trave e você nem consiga desligá-la. Caso isso aconteça, veja o item número 2.

O maior perigo, tanto na instalação do Magic Lantern quanto na do firmware original, está em interromper o processo no meio. Neste caso, sim, você poderá danificar sua câmera. Para que isso não aconteça, basta tomar os seguintes cuidados. Primeiro, nunca instale nenhum firmware se sua bateria não estiver 100% carregada.

O problema é que, se sua bateria estiver com pouca carga, pode desligar sua câmera de uma hora para outra, sem nenhum aviso. Caso isso aconteça, o firmware não terminará sua instalação e sua câmera poderá ficar inutilizada. Portanto, sempre verifique a carga de sua bateria antes de inciar o processo.

Segundo, formate o cartão de memória na própria câmera utilizando a função “Low Level” (ou sua equivalente em português) para ter certeza de que o cartão não apresenta problemas. Copie o firmware do computador para o cartão com calma, utilizando um leitor de cartões de confiança. Aguarde o fim do processo de  cópia e ejete o cartão devidamente antes de retirá-lo.

Finalmente, depois que o processo de instalação foi iniciado, não mexa em nenhum botão da câmera e muito menos desligue-a. Aguarde a mensagem de que a instalação foi feita com sucesso e, aí sim, é seguro desligá-la.

2 – Minha câmera travou. E agora?

Bate o desespero! Nada funciona, nem o botão de desligar. Mas não se preocupe, porque a solução é simples: retire a bateria de sua câmera. Ela irá desligar, obviamente, e irá acontecer um Reset natural. Depois é só inserir novamente a bateria que tudo volta ao normal. Mas faça isso imediatamente, pois se a câmera ficar travada durante muito tempo, o sensor pode superaquecer.

Sua câmera geralmente trava porque você tentou instalar a versão errada do Magic Lantern ou por algum problema durante o funcionamento. Outra causa frequente é um cartão de memória defeituoso ou vagabundo. No primeiro caso, não adianta tentar re-inicializar a câmera com o cartão contendo a versão errada do Magic Lantern que a câmera travará novamente.

Você vai ter que apagar o Magic Lantern do cartâo ou formatá-lo para poder utilizá-lo novamente. Nessa caso, primeiro formate-o em seu computador como FAT 32 e depois formate-o novamente na câmera. Aliás, nunca utilize um cartão formatado em seu micro sem depois formatá-lo em sua Canon.

Adaptador SonnetExpressCard/34, que permite utilizar seus leitores de cartão ExpressCard na porta Thunderbolt (a transferência mais rápida possível de arquivos em cartões SD ou Compact Flash)

Baixe a versão correta do Magic Lantern para o firmware original de sua Canon e instale-o normalmente. As versões atuais do programa estão muito estáveis e raramente apresentam problemas. Mas algumas versões mais antigas tinham bugs que podiam travar sua câmera durante o funcionamento. Embora seja raro isso acontecer, a solução é a mesma: retire a bateria e coloque-a de volta  para tudo voltar ao normal.

Quanto aos problemas com cartões de memória, é necessário primeiro identificar os culpados. Se sua câmera trava frequentemente, troque de cartão e veja se isso continua acontecendo. Se parar, é provável que seja problema do cartão específico. Repita o teste para ter certeza e, se for o caso, deixe de utilizar o cartão problemático.

Infelizmente, no Brasil, temos muitos cartões falsificados à venda no mercado – principalmente os de capacidades mais altas. É relativamente simples para o falsificador alterar informações em um cartão de menor capacidade para que este apareça como maior. Na prática, isso causa problemas sérios porque a câmera pensa que o cartão é maior e os dados acabam corrompidos. Por isso, só compre cartões de memória de primeira linha em lojas de confiança, com nota fiscal.

Outro fator importante é a velocidade do cartão. No caso dos SD, o mínimo recomendado para vídeo são os classe 6. São raros os classe 4 – e só mesmo os de primeira linha – que conseguem manter o fluxo de dados necessário para uma gravação em vídeo. Mesmo assim, trabalham no limite. Este é um item ainda mais fácil de falsificar, bastando trocar a etiqueta do cartão. Portanto, utilize boas marcas compradas em lojas de confiança.

3 – O Magic Lantern afeta a garantia da minha câmera?

A resposta é simples: Não. O Magic Lantern roda por cima do firmware original da câmera e precisa estar instalado em cada cartão de memória utilizado (ver item 4) para funcionar. Portando, se você inicializar a câmera com um cartão sem o programa, a sua Canon volta a funcionar como veio originalmente de fábrica.

O que você deve fazer, porém, é re-instalar o firmaware original da Canon caso precise enviar sua câmera para manutenção dentro da garantia. Assim você elimina totalmente qualquer vestígio do uso do Magic Lantern. Se sua câmera quebrar de vez dentro da garantia, as chances da Canon descobrir o uso do programa e colocar a culpa nele são mínimas. Aliás, nunca ouvi falar de um caso sequer em qualquer lugar do mundo.

Se sua câmera cair do alto de um viaduto, quicar 4 vezes no asfalto e ainda for atropelada por um caminhão, certamente não será coberta pela garantia original – assim como qualquer dano semelhante. Levando tudo isso em consideração, e adicionando as vantagens que o programa proporciona, pode usar o Magic Lantern em sua câmera nova sem medo.

4 – Instalei o Magic Lantern em um cartão,
mas o programa só funciona com ele.

Justamente por não alterar nada na câmera a não ser um pequeno “flag” para aceitar rodá-lo, o Magic Lantern precisa ser instalado em cada cartão de memória utilizado. Ou seja, não adianta instalar só em um que o programa só rodará a partir dele em sua Canon, sendo que a câmera funcionará como veio de fábrica com os outros cartões. Portanto, antes de sair para filmar, certifique-se que todos seus cartões de memória tenham a mesma versão do Magic Lantern instaladas.

5 – O Magic Lantern não roda na minha 7D.

É, não roda mesmo. A 7D utiliza um processador diferente das outras HDSLRs da Canon. Até agora as tentativas de adaptar o Magic Lantern para rodar nesse processador não foram bem sucedidas. Os responsáveis pelo programa tem trabalhado bastante para criar uma versão única para quase todas as outras HDSLRs da Canon.

Mas, até a data da publicação deste artigo, esta versão funciona para a 60D, 50D, t2i (550D), t1i (500D) e t3i (600D). A 5D Mk II ainda não faz parte da versão unificada e tem duas versões diferentes – o clássica e a AJ. Essa última, assim como a versão unificada, tem recursos a mais e mais novos.

6 – Mudei de cartão no meio da filmagem e
a imagem ficou totalmente diferente.

É, isso pode acontecer se a opção Config Autosave do menu CF Config do Magic Lantern estiver selecionada. Esta é uma opção extremamente útil pois permite a gravação automática das configurações do programa. Ou seja, se você vai filmar um evento em um ambiente controlado como um estúdio, durante vários intervalos ou dias seguidos, sua câmera lembrará de todos os parâmetros e a imagem permanecerá igual.

Você pode utilizar esse recurso, também, para igualar diversas câmeras bastando copiar o arquivo MAGIC.CFG do cartão da câmera master para os cartões das outras. O que acontece, porém, é que muitas vezes o mesmo arquivo acaba ficando diferente entre os diversos cartões utilizados em uma única câmera, em um único dia de filmagem.

Complicou? Eu explico. Digamos que você comece a rodar uma sequência em um ambiente que exija um ajuste de temperatura de cor diferente dos demais e seja forçado a modificar este ajuste durante a filmagem. O Magic Lantern guardará este ajuste no arquivo MAGIC.CFG. Tudo ótimo. Você pode desligar a câmera para ela esfriar, por exemplo, e tudo estará idêntico quando ligá-la novamente.

Agora vamos supor que você tenha que mudar para um ambiente com uma temperatura de cor totalmente diferente. Como vai ser uma entrevista longa, embora ainda haja espaço disponível no primeiro cartão, você resolve trocar por um vazio só para garantir. Você ajusta a temperatura de cor para o novo ambiente e começa a filmar.

A entrevista corre bem e enche seu cartão todo. Você resolve, então, colocar seu primeiro cartão de volta para gravar umas tomadas para insert. Só que, de repente, as cores ficam bem diferentes. O que acontece é que o arquivo MAGIC.CFG deste cartão contém ainda os parâmetros do ambiente anterior, e não deste último. Daí a diferença na temperatura de cor.

Existem três soluções. A primeira é desabilitar a função Config Autosave. Isso evita essas mudanças, mas também  impede a gravação dos parâmetros e obriga ajustes frequentes. Essa é a pior solução. A segunda é você estar sempre se lembrando que, ao mudar de cartões, deve verificar se os parâmetros dos dois estão iguais.

Dá um certo trabalho, pois você deve confirmar item por item – no mínimo os que afetam diretamente a imagem. Se o Magic Zoom estiver ativado em um cartão e no outro não, por exemplo, você pode sentir falta do recurso durante a filmagem mas as imagens dos dois cartões sairão equilibradas. Claro que você pode sempre ativar qualquer função que estiver diferente. Mas em uma filmagem corrida de evento nem sempre isso é possível.

A terceira opção é a melhor, mas exige acesso a um laptop durante a filmagem. Ela consistem em copiar o arquivo MAGIC.CFG de um cartão para os outros sempre que forem feitas mudanças importantes nas configurações de imagem.

O Magic Lantern é um programa extremamente útil e versátil. Sabendo como utilizá-lo corretamente, você terá acesso a funções fantásticas que tornarão seu trabalho bem mais eficiente e agradável.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
1 5710

Seguindo a tendencia de ofertar pacote de produtos na área vídeo digital, a Red Giant comercializa o Shooter Suite, que traz um conjunto de aplicativos e filtros adequados para produções profissionais. Seus componentes vão desde ferramentas para facilitar a...
0 5370

Não é novidade que o Mocha é a principal referência hoje na área de motion tracking (rastreamento de movimento). O programa já tem uma história e segue se renovando, como faz agora. E muito bem, por sinal, como vamos...
123 comentários Nesse post
  1. Tentei instalar o ML na minha 60d , cartão de 16gb 45mb extreme pro,fiz todos os procedimentos mas não baixa o programa na minha camera.Quando dou ok no firmware,a camera só fica piscando a luz vermelha do cartao de memoria.Tentei instalar umas duas vezes e nao consegui,a versão é correta,nao sei o que passa. Abraço

    • Tenho reparado que as levas mais recentes das câmeras Canon vem vindo protegidas de fábrica. Mas a solução geralmente é simples. Baixe o firmware oficial do site da Canon, mesmo que seja a versão que você já tenha instalada, e faça a “atualização”. Ligue a câmera e gire uma foto. Em seguida desligue e ligue a câmera que o ML deve entrar. Caso não dê certo, tente instalar a versão anterior do software oficial, tire uma foto e atualize o firmware oficial para a versão mais recente recomendada para o Magic Lantern. Em seguida instale o ML. Esses procedimentos têm funcionado bem, a não ser por uma 600D de um colega, que não aceitou o ML de jeito nenhum.

    • Amigo, a versão de firmware da canon que voce tem usar na 60D é 1.0.9. Caso voce tenha feito o update para a versão 1.1.0 o Magic Lantern não funcionará, voce primeiro deve fazer o downgrade para o firmware 1.0.9 e assim instalar o Magic Lantern normalmente. Garanto que funcionará normalmente.

  2. Prezado, minha 60d tem a versão 1.1.1. funciona o ML? ou tenho que instalar a 1.0.9? e se tiver que instalar a versão antiga, perco em alguma coisa?

    • A versão mais recente do Magic Lantern para sua câmera é para o firmware 1.1.1. Pode baixar e instalar direto.

  3. Prezados, não sei se por coincidência, mas após instalar o ML na minha 5D observei que desligo a câmara, mas mesmo assim ela continua consumindo bateria. Ou seja, deixa a câmara com bateria cheia, 100%, e uns dois dias depois quando vou usar o equipamento a bateria está zero. Isso pode ser um problema advindo do ML?

    • Paulo, uso o ML já faz alguns anos e nunca tive esse problema. O ML só carrega depois que a câmera liga, por isso duvido que seja o causador do problema. Será que suas baterias já não estão ficando velhas? Faça um teste retirando a bateria da câmera e veja, depois, se ela manteve a carga.

  4. Amigos, quanto tempo demora a instalação do ML? Coloquei o meu a instalar e esta a demorar, tenho uma luz vermelha a piscar.

    • A instalação dura apenas alguns segundos. Isso geralmente acontece quando o firmware original da câmera não foi atualizado para a versão equivalente do ML antes da instalação.

  5. Olá pessoal. A 5D mark III tem 2 cartões, um SD e um compact flash, em qual deles devo instalar o ML? O firmware da minha é o 1.1.3, tem uma versão do ML para essa versão? Posso instalar direto?
    Abraços

    • Fabricio, desculpe a demora para responder pois estava esperando um pouco para ver se as coisas mudavam. O Magic Lantern para a Mark III ainda se encontra em estágio Alpha de testes, portanto pode apresentar bugs. Eu aguardaria até a versão final para instalar em uma câmera utilizada diariamente para trabalho. Se você resolver arriscar o, recomendado é instalar no cartão SD.

      Você pode encontrar mais informações sobre o desenvolvimento do ML para a 5D Mark III no link abaixo, assim com baixar a versão de teste:

      http://www.magiclantern.fm/whats-new/104-releases/143-second-alpha-for-5d-mark-iii

  6. Baixei o programinha e consegui colocar na minha 60d sem nenhuma dificuldade. Testei e está tranquilo. Minha versão da máquina era 1.1.1
    Funcionou 100%
    Com a ajuda de vocês agente se sente seguro para fazer esses up.

  7. Em relação ao hdr video, a variação do iso da camera pode queimar ou prejudicar o sensor? As funçãoes que o magic lantern abilita na camera pode desgastar o processador? Tenho reparado que a camera esquenta muito e bem rapdo.

    • Bruno, o Magic Lantern já existe há anos e nunca ouvi falar de ninguém que tenha tido problemas em consequência dele. Ele simplesmente habilita funções existentes na câmera que o fabricante desabilita para cobrar mais por modelos novos ou mais caros. Quanto ao aquecimento, é muito pouco além do normal e só acontece quando você utiliza certas funções como os medidores de nível de audio em tempo integral. Mesmo assim, pode continuar usando sua câmera sem problemas.

  8. Obrigado por esclarecer essa duvida Paulo. Quanto ao workflow do hdr video você poderia me dizer qual que é o melhor, ou como posso atingir o maximo de qualidade? Estou em um mac.

  9. SOCORRO URGENTE!!!
    Fui instalar o magic lanter na minha Canon 5d Mark II, e minha camera travou.
    Instalei a ultima versão. Me certifiquei disso.
    Quando coloquei para girar na camera, ela escureceu, deu uma piscada, escureceu de novo e nd mais aconteceu..Fiquei preocupada. Apertei Menu e nada. Desliguei e liguei. Ela nao ligava.
    Depois de alguns minutos tentando ela ligou. Mas o botão de filmagem não funcionada.
    Ai depois de mais alguns minutos, voltou a funcionar.
    Mas fiquei desesperada!!! E o pior, queria muito ter o magic na minha camera. O que devo fazer???? Estou com emdod etentar novamente!!!

    • Bel, me parece que você não fez o update do firmware original da sua câmera antes de instalar o Magic Lantern. Baixe o firmware do site da Canon e, aí sim, instale o Magic Lantern.

  10. Bom dia, estou com uma dúvida, meus vídeos na 50D todos estão durando no máximo 20s saberia me explicar qual o motivo? Obrigado.

  11. Oi Paulo vc é sensacional,
    Tenho uma Canon 60D, da um help me please…
    Depois instalar MC posso formatar meu cartão na camera? Se formatar na camera o ML sera apagado tbm como zera as fotos ou video? Ou tenho que passar as fotos e vídeo para meu HD e deletar apenas fotos e videos e manter os files do ML? Ou toda vez que formatar na camera vou ter que colocar os files do ML no cartão?

    Grato, abs…

    • Moisis, depois que o ML for instalado e rodar ma sua câmera, quando você formatar o cartão contendo o ML, ele preservará o ML e apagará somente as fotos e videos.

  12. Olá, comprei recentemente minha 60D e tou bem ansioso pra instalar! Já rodei bastante na internet atrás de possiveis problemas que existem com o ML! Ele a longo prazo danifica a camera? Reduz a vida util da camera? O contraste entre vontade/medo tá enorme! Valeu!

  13. Desde março/12, qdo comprei minha T3i, me sinto tentado a instalar o ML. Mas queria 1o aprender a filmar/fotografar, comperi alguns livros, etc (é minha 1a DSLR). Agora acho que chegou a hora, principalmente pra gravar audio direto nela sem o AGC. Algum usuário da T3i já usa o ML? Poderia fazer algumas considerações? Obr e abs,

  14. Paulo muito bom seu post sobre o magic lantern gostaria de saber onde acho um tutorial detalhado das funções do magic lantern.obrigado…

    • Daniel, se você fizer uma busca no YouTube por Magic Lantern Tutorial encontrará diversos vídeos explorando as inúmeras funções do programa.

  15. Gente, preciso de um help urgente!
    Tentei instalar o Magic Lantern 2.1.2 na minha 5D Mark II, mas não consegui, iniciava o dowload e a câmera simplesmente desligava. Tentei duas vezes e depois que verifiquei que versão da minha 5D era 2.0.9. E antes de tentar novamente, fui testar a câmera pra ver se a mesma funcionava normalmente e sim, funcionou tudo, MENOS O BOTÃO DO VÍDEO!
    Depois disso, atualizar o firmware para 2.1.2 direto do site da Canon, testei e ainda nada de funcionar o botão do vídeo. E em seguida instalei o Magic Lantern. Estas duas últimas instalações deram certo, mas agora minha câmera não funciona mais o botão do vídeo. Alguém já viu algo parecido?
    Será que ao instalar uma versão do Magic Lantern diferente da versão que tinha na minha máquina não acabou queimando alguma coisa? Por favor, quem puder me ajudar…

    • Daiane, já utilizo o Magic Lantern há vários anos e nunca ouvi falar de nenhum caso de câmera danificada por ele. Esse seu problema acontece muito quando o usuário não está em modo Live View, pois a gravação em vídeo só funciona neste modo. Pode ser que nessa instalação errada o modo Live View tenha sido desabilitado no Menu. Se for o caso, basta rehabilitá-lo e tudo voltará ao normal.

  16. Ola, primeiramente parabens pelo site. Eu tenho uma duvida, caso eu instale o ML em um dos meus cartões e faça todo o procedimento com a minha 5D MIII, blz ele vai funfar normal, ok. Porém caso eu coloque outro cartão nela, q esteja “puro” como eu uso hoje. Este cartão vai funcionar normal dentro da camera sem usar o ML? Ou a CAMERA em si está instalada o ML e qualquer cartão q eu colocar nela sempre vai funcionar o ML? Não sei se fui claro. Fico no aguardo de uma resposta, obrigado pela atenção. gd abç

    • O ML tem que estar instalado em cada cartão para funcionar. Se você não instalar, a câmera funciona normalmente, como vem de fábrica.

      • Olha, pelo que pesquisei o recomendado e instalar em apenas um cartão. Usei na minha MK III só no cartão SD e funcionou normalmente.
        Abc

        • Fabricio, no caso de câmeras com dois cartões simultâneos, como na Mark III, basta instalar apenas em um cartão, como você fez. Mas no caso de câmeras com um só cartão de cada vez, o ML tem que estar instalado em todos os cartões.

          • É verdade! Eu entendi errado a pergunta do Halei, ele estava se referindo a outro cartão vazio.
            Abraço

          • Mas valeu muito, Fabricio, pois você respondeu uma dúvida que muita gente deve ter.

  17. Show obrigado pelo esclarecimento, eu já baixei aqui o ML e estou testando e estudando ele, na verdade apenas baixei pq muito me interessou o Video Raw, POREM eu instalei na minha 60D e tenho um cartão de 32gb classe 10 45mbs e qdo vou gravar ele grava apenas alguns segundos e para a gravação automaticamente aí preciso baixar muito o estilo de gravação para gravar sem crop e por mais tempo, mas aí é uma gravação q não me interessa por perder qualidade, tamanho e dar crop na imagem. Porem já vi muitooosss videos no youtube de gravação em alta qualidade e em 1080p com uma sequencia maior de tempo. O q está dando pau? É o cartão, mesmo sendo um classe 10? Desde já grato pela atenção… gd abç fico no aguardo..

    • Halei, o RAW só funciona melhor mesmo na 5D Mark III, que tem processador mais rápido. Mesmo assim, ainda é um hack.

  18. Por favor preciso de ajuda,eu fiz os procedimentos para instalar o ML na minha T4i…baixei do site oficial da cano como ele indica e depois formatei na maquina e no meu pc como segue os passos dai quando eu coloquei na maquina pra instalar o Magic Lantern ela não liga,eu to doido pra encontrar uma solução por favor me ajude.agradeço mt.

  19. Bom dia!

    Acabei de fazer o procedimento de atualização em um 50d que eu tenho , funcionou tudo direitinho .
    Quando desliguei a maquina e coloquei o cartão outra vez esqueci que tinha o programa e a maquina parou de funcionar , ela nem liga mais não da o sinal de nada o que fazer ?

    Att.

    Alexandre

  20. Ola, instalei o ML V 2.3 ma minha T3I, acredito que deu tudo certo. No entanto, algumas funções não aparecem, tipo: ajuste de audio, adicionar microfones e gravar no formato anamorphic. Oque poderá ter acontecido? Ou é pelo modelo da câmera que não disponibiliza essas funções?

  21. Beleza, Pessoal? Será que vocês me ajudam?
    Instalei o Magic Lantern na minha 6D mas fiz uma besteira… Ela veio com o firmware original (1.1.2), mas atualizei para o 1.1.3 e ela ficou perfeita. Eu vacilei e formatei o cartão e perdi o ML do cartão. Tô tentando reinstalá-lo e não consigo. Tem a ver com o firmware 1.1.3? Tenho que voltar para o firmware 1.1.2 e repetir o processo de instalação? como faço?
    Agradeço a quem puder me ajudar!!!
    Magno

    • Não precisa voltar ao firmware original da Canon. O que precisa fazer é formatar o cartão em algum computador (Como FAT32) e refazer o processo de instalação do ML.

  22. Olá Paulo

    uso o ML na minha canon T3i. Reparei que, em situações de cenas ensolaradas ( motivos com sol direto), está havendo algumas aberrações cromáticas, o que não havia sem o ML, principalmente em fotos, como se a imagem fosse digital

    uso uma lente 70-300 is da canon, a correção esta habilitada na cam.

    Se volto o firmware original e desista-lo o ML, td volta ao normal

    Fico grato por sua dica

    • José, isso é muito estranho. Nunca ouvi falar de nada igual. E olha que eu uso o ML desde que saiu e tenho diversos amigos que também usam. As aberrações cromáticas são causadas pelas lentes, e não pelo firmware. Sugiro que você faça o seguinte teste: formate um cartão de memória no seu computador, sem o ML, e tenha outro cartão co o ML instalado. Coloque sua câmera em um tripé em uma situação que cause as aberrações. Tire uma foto com o cartão com o ML, verifique se a aberração está presente e, sem mexer na posição da câmera, desligue-a e coloque o cartão sem o ML. Ligue a câmera e tire uma foto idêntica, com todos os parâmetros da câmera iguais. Compare as duas. Esse é o único método confiável para verificar se o problema é mesmo do ML, pois qualquer outro está sujeito a erros.

        • A imagem está superexposta. Fora isso, não notei nenhuma aberração cromática. Sugiro que você de uma olhada nas funções do ML para ver se tem algo ativado que esteja causando o problema. O ML tem funções a mais que a câmera e uma delas pode estar diferente da câmera sem o ML.

  23. Pessoal, instalei o ML em minha T3i hoje e quando comparo o menu de minha tela ao de tutoriais (até mesmo de outras T3i) o meu tem muito menos opções.

    Seria por motivo de diferença de versão ou algo assim?

    Na minha LCD aparecem apenas as opções:
    EXPO OVERLAY MOVIE SHOOT FOCUS DISPLAY PREFS DEBUG HELP

    Em tutoriais vejo as opções AUDIO, LIVEV, etc…

    Me informe também onde posso encontrar, em portugues instruções de introdução a este firmware?

    • O Magic Lantern tem mudado bastante de uma versão para outra. Além disso, os diversos modelos de câmeras da Canon têm funções diferentes e isso faz com que os menus variem.

  24. Bom dia amigos, com muita luta eu conseguir instalar o ML na T5i, 700D, este vídeo abaixo ensina passo a passo, inclusive na descrição do vídeo tem os links para baixar, eu acredito que o procedimento seja o mesmo para todas as câmeras, apenas baixe o ML para o seu modelo de câmera e use o programa EOSCARD.

    http://www.youtube.com/watch?v=GAHj-bhItak&feature

  25. Ja instalei o ML num dos meus cartoes de memoria da minha T3i.

    Como faço agora para usa-lo em outro cartão de memoria? Basta copiar os arquivos do ML ou é necessario algum procedimento de instalação extra, uma vez que ele já esta instalado na camera?

    Aguardo retorno

    • Você precisa repetir o processo inteiro para cada cartão, pois o boot do cartão só é acionado com a instalação do ML na câmera. Não se preocupe em instalar várias vezes, pois já perdi a conta de quantos cartões passaram pela minha câmera.

  26. Amigo, instalei em 2 60d e foi de boa, mas em outra ta dando um problema, a função “overlay” esta desabilitada, assim, como itens desse menu, tipo o Cropsmarks que gosto se usar, a bolinha ta vermelha, saberia me dizer o motivo, desde já agradeço!

    • Flávio, verifique se o firmware original da Canon está na mesma versão das outras que deram certo. Se estiver, experimente reinstalar o ML. Boa sorte!

  27. Olá, Paulo!

    Depois de ler bastante a respeito do ML, decidi instalá-lo na minha T3i. Imagino ter feito todos os procedimentos da maneira adequada, já que no menu da câmera informa: Versão de Firmware1.0.2-ml.v2.3. No entanto, as funções continuam a mesma. O tão esperado menu do ML, simplesmente, não apareceu. Você sabe me dizer o que pode estar acontecendo?! Obrigado pela atenção.

  28. Olá Paulo boa tarde,
    Gostaria de saber como faço para ativar a gravação de video em raw na 50d ja instalei o ML mas no menu do ml não encontrei a opção de video em Raw.

  29. Olá amigos, fiz o processo todo de instalação e tals, tudo certo… porém não mudou nada no menu da minha T3i , tem alguma coisa que tem que configurar ou habilitar nela para funcional o ML ?
    Obrigado.

  30. Olá, instalei a ML em um dos meus dois cartões de 64Gb da Komputerbay de 1000x
    só que estou tentando o mesmo procedimento no outro cartão igualzinho e esta dando um erro ao carregar o ML antes mesmo de instalar, vc sabe oq pode ser? desde já obrigado!
    Abraço

    • Lucas, você vai ter que formatar o cartão no computador, instalar o ML nele e instalar o ML na câmera por ele. Só assim o boot automático fica no cartão e ele carrega o ML. Se o boot estiver instalado no cartão sem o ML, ele dá pau antes de rodar. É por isso que os cartões só devem ser usados e formatados em câmeras que tenham o ML instalado.

      • Então Paulo, eu fiz esse procedimento no outro cartão que deu certo, eu usei o macboot pois uso o macbook pro, no primeiro deu certo… repetindo a msm coisa q fiz no primeiro q deu certo, esse segundo cartão eu não consegui instalar na câmera… o problema não é no cartão pois esse mesmo dias atrás houve o mesmo problema só q naquela vez cartão q dessa vez não consegui instalar naquela vez consigo com ele e com o outro não! não sei se conseguiu entender, pois expliquei meio confuso!
        Abraço!

        • Lucas, você não precisa mais usar o Macboot com as versões recentes do Magic Lantern. Simplesmente formate o cartão no Mac, copie o ML pra ele e instale o ML na câmera, de cada cartão. Isso já instalará o boot.

          • Eu consegui, no primeiro cartão eu instalei usando o macboot mesmo, e o segundo eu joguei as pastas depois que formatei no pc o cartão em Ex-FAT e depois de colocar as pastas e depois que eu “preparei” com o macboot e deu certo, enfim Obrigado pela ajuda!
            Abraço

  31. Paulo, sou novo nesse esquema de gravação em RAW com a minha 5d mark iii, fiz uns testes mais não sei regular bem as configurações no magic lantern, tenho uma websérie na faculdade que faço (cinema) e to em dúvida se gravo em RAW ou h264 por esse motivo de não manjar muito, vc tem algum post ou sabe algum video/site que tenha detalhado as funções e como configurar por exemplo de como gravar em 24Fps essas coisas…

    • Lucas, filmar em RAW significa um gasto muito maior em armazenamento, a necessidade de cartões de memória bem mais rápidos e um trabalho de pós muito mais complexo. Acho que para uma websérie não deve valer a pena. A qualidade da 5D Mark III em h.264 já é mais do que suficiente. O importante é você tirar o máximo proveito do material original. Se for editar no Adobe Premiere ou no Final Cut Pro X, pode usar o material direto. Se for editar no Final Cut Pro 7, utilize o plugin da Canon e faça a conversão para ProRes através do Log and Transfer, no próprio Final Cut. Evite o MPEG Streamclip. Ele é rápido porém degrada bastante a imagem, além de descartar os metadados.

      • Então paulo, na verdade temos que fazer um episódio da websérie, e temos a disposição na faculdade de imac (com configuração boa) e eu tenho um macbook pro que da pra editar aos poucos, na verdade minha maior dúvida agora é em configurar o magic lantern nesse quesito FPS e tudo mais, fiz um teste em uma reunião nossa para sentir os extremos, captei com um kelvin bem amarelado e um pouco escuro, tratei bem puxado pro azulado e dei uma puxada na luz para clarear, mas veja bem como o video fiquei pulando parece q tem menos quadros do q os 24 FPS desejados! conhece algum tutorial ou alguma dica para esse “problema” abraço!
        segue o link abaixo:
        https://www.youtube.com/watch?v=a6YAKO-FO3U&feature=youtu.be (Não repara no audio, coloquei esse pra zuar o pessoal, já que não captei o audio do teste)

        • Lucas, filmar em RAW é totalmente desnecessário no seu caso e só vai lhe dar dores de cabeça.

          Vou lhe dar alguns conselhos, de coração. Desculpe se for direto e sincero, mas a intenção é unicamente te ajudar a ser bom no que você está aprendendo.

          Esqueça os números e modismos. Essa coisa de RAW, 4K, HDR e 3D é muito boa quando se presta exclusivamente a um projeto. Mas filmar em RAW não torna ninguém um melhor cineasta, além de geralmente não ser a melhor opção. Ano passado eu finalizei um documentário excelente que foi filmado em SD com uma Panasonic DVX100. Muito melhor, no geral, que algumas coisas que eu vi rodadas em RED ou até mesmo na ARRI Alexa. O conteúdo era muito bom e foi bem fotografado, e isso pesa mais do que as especificações técnicas da filmagem. Falando em Alexa, a grande maioria do material filmado com ela para longas de Hollywood de alto orçamento (inclusive vencedores do Oscar de melhor fotografia) não é rodado em RAW, e sim em ProRes 4444 ou 422. Porque as pequenas vantagens que o RAW oferecem não valem as despesas enormes a mais que o formato gera.

          Concentre-se no lado artístico de sua futura profissão e não foque somente no técnico. Em vez de se preocupar em filmar em RAW no lugar de h.264, procure melhorar seus enquadramentos. Você precisa dar mais respiro às suas imagens. Estude bem as regras básicas de fotografia. E aprenda a iluminar, pois uma cena bem fotografada e iluminada filmada com um celular é muito mais atraente e eficaz do que uma mal enquadrada e mal iluminada filmada com uma Sony F65.

          Estude os grandes mestres da pintura, como Rembrandt, Vermeer… Eles dão uma verdadeira aula de composição e iluminação. Assista filmes que se destacam pela fotografia e repare bem como a iluminação é tudo. Uma boa iluminação consiste em controlar bem as luzes e o contraste, focando a atenção no que realmente interessa. Embora você provavelmente não conte com instrumentos de luz sofisticados na faculdade, há muito que você pode fazer improvisando materiais como bandeiras, rebatedores, difusores, etc.

          O conteúdo também é muito mais importante do que números técnicos. Uma boa história filmada em uma câmera simples é bem melhor que uma história pouco interessante filmada em uma câmera top. Você vê exemplos disso toda hora no cinema.

          O público em geral não está nem um pouco interessado em que equipamento e formato o filme foi rodado. O que interessa é o trabalho em um todo. Tenho finalizado alguns filmes rodados com Canons 5D com a compressão nativa por diretores de fotografia experientes que ficaram maravilhosos, como se tivessem sido rodados em película. E a reação do público no cinema não poderia ser melhor. Duvido que o uso de câmeras mais sofisticadas fizesse qualquer diferença.

          É fácil a gente se deixar encantar por cada novidade tecnológica. E ainda bem que a tecnologia tem evoluído tão rápido. Mas temos que ter muito cuidado e ter sempre em mente que equipamentos são meras ferramentas e o que interessa mesmo é o talento de quem as usa. Nem tudo que é mais novo e maior (em números) é melhor. E, mesmo que seja melhor, nem sempre é melhor para o que precisamos para um determinado projeto. Equipamentos que hoje são considerados de ponta amanhã estarão obsoletos. Mas o talento, ao contrário, só tende a crescer com o passar do tempo. Portanto, invista mais no seu lado artístico e no seu talento pessoal porque, independente da ferramenta que você usar, é ele que o tornará um profissional respeitado e bem sucedido. Boa sorte!

          • Paulo, mais uma vez obrigado pela dica, de fato tudo que vc falou eu concordo e assino embaixo!
            na faculdade aprendemos isso desde iluminação, formatos e extensões de videos, enquadramentos movimentos de câmera, equipamentos até um embasamento teórico, roteiro, conceitos de iluminação dos movimentos de câmera, arte, cores etc. Essa minha dúvida era única e exclusivamente nesses pulinhos que senti no video que eu tinha testado durante essa nossa reunião, não parece que esta em 24fps como havia gravado. tenho exemplos de como essa tecnologia teria me ajudado a fazer um trabalho um pouco melhor no ponto de vista estético, com menos pixelização e uma imagem um pouco mais limpa, mas que com certeza não deixou a desejar no produto final, no qual até ganhei um prêmio de melhor direção deste video clipe aqui em santos no festival Curta Santos ( https://www.youtube.com/watch?v=rw_0GnVhGKs ) não tive orçamento algum fiz o clipe apostando no som deste meu amigo e colhi alguns frutos, não usamos nenhum tipo de iluminação e eu usei minha antiga nikon d7000 com uma 35mm 1.8 e uma 50mm 1.8, foi gravado 90% em SP e de madrugada, muitas cenas nas ruas, tunel etc sem energia. Acabei dirigindo, fotografando e editando. Mesmo com uma iluminação boa com conceitos introduzidos no contexto de um curta, programa de tv ou qualquer outro produto audiovisual essa tecnologia realmente me impressiona, mas concordo que para um job de um evento por exemplo não usaria esse tipo de gravação (RAW) só em algo autoral e que realmente tenha uma dedicação e um tempo maior para o desenvolvimento.
            Muito Obrigado pela ajuda!
            Abraço!

          • Parabéns pelo clipe, Lucas. Muito bom!

            Quanto à velocidade, pode ser que o HD do iMac não seja rápido suficiente pra reproduzir as imagens em RAW.

  32. Instalei o ML seguindo todos os passos e tudo vai bem até o momento que começo a gravar! Depois de alguns segundos após a gravação ele para de gravar sozinho! O que pode ser?
    Obrigado!

    • Rafael, não é nada relacionado ao Magic Lantern. A não ser que você esteja tentando filmar em RAW. Nesse caso, seu cartão não deve ter velocidade suficiente. Fora isso, provavelmente falta de formatação Low Level do cartão de memória. Se você só costuma apagá-lo sem formatar dessa maneira, ele fragmenta e dá erro. Ou pode ser o próprio cartão. Já tive 2 cartões que davam esse problema de parar após alguns segundos. Eram cartões que deveriam funcionar bem, pois inclusive eram específicos para vídeo. Mas coisas como essa acontecem.

  33. Amigo eu tenho uma dúvida eu havia instalado e estava funcionando perfeitamente. Formatei o cartão, e depois copies os arquivos mas ainda não funciona, o que devo fazer pra voltar a usar?

    • Carlos, se você formatou o cartão fora da câmera que tinha o ML, você vai ter que reinstalar o ML com este cartão. Isso fará com que a câmera reative o boot do cartão, possibilitando que o ML carregue e rode normalmente. Para evitar esse tipo de problema no futuro, sempre formate o cartão na própria câmera que tem o ML. Evite formatar no computador ou em outra câmera que não tenha o ML instalado.

  34. GRANDE PAULO, ACHEI FASCINANTE SEUS COMENTÁRIOS, FAÇO USO DO MAGIC ATRAVÉS DOS SEUS CONSELHOS, MAS AINDA NÃO SEI COMO CONFIGURÁ-LO DIREITO, QUE TAL, POSTAR UMA VIDEO AULA OU ENSINAR UM BASICÃO DE COMO CONFIGURAR O ML NA 60D?
    AGUARDO MEU AMIGO
    PARABÉNS
    VOCÊ É O CARA
    ABRAÇOS

  35. Olá, tenho uma 6d e gostaria de saber se é seguro instalar o ML nela e o que devo fazer! Obrigado!

  36. Olá Paulo…
    Estou com uma dúvida no firmware do Nightly Build da 60D.
    Quando substituí os arquivos ficaram 2 arquivos de firmware escritos de forma diferente, são estes:
    Versão Stable – ” 60D-111.fir ” Versão Nightly – ” 60D__111.FIR “.
    Basta renomear o Nightly e tocar pau ou tenho que manter os dois?
    Abs

    • Você não precisa renomear. Pode escolher uma das duas para instalar. A versão Nightly é a mais recente, mas pode conter bugs. A Stable é a que foi amplamente testada e considerada estável. A Nightly pode ter algumas coisas mais recentes, mas você pode ter pequenos problemas. Se você tem tempo para testar, instale e teste a Nightly antes de fazer algum trabalho sério. Se não der pra testar, instale a Stable.

  37. Boa tarde!
    Possuo um cartão SANDISK EXTREME 64gb ele não é FAT nem fat 32 mas sim exFat.
    Como faço para instalar o ML nesse cartão ?
    Em outros eu já consegui, mas nesse não deu certo.
    Obrigado

  38. Instalei o ML na minha T3. Mas a opção para gravar em RAW não está disponível. Tem como resolver?

  39. Olá, Paulo! Tenho uma Canon EOS Rebel T5i, e o problema é o seguinte: antes de instalar o Magic Lantern, quando minha câmera estava ligada sem filmar, com o visor de LCD ligado, ela mudava desse visor para o de fotografia, o qual temos de colocar o olho para enxergar; pois bem, após instalar o Magic Lantern, habilitei a opção de filmar em RAW, e após alguns segundos de filmagem, ocorre esse incidente, o visor muda para o de fotografia e a filmagem para. Quando eu paro o video antes, ele salva no formato .raw mesmo, está correto? Pois não consigo abri-lo em nenhum player, windows ou Mac. Aguardo sua resposta. Obrigado!

    • Bruno, o RAW do ML não passa de uma gambiarra. E a T5i não tem capacidade para isso. Pra funcionar você precisa de uma câmera maior, com cartões muito rápidos. Além disso, a pós em RAW é muito mais complexa. Se você realmente precisa filmar em RAW, eu recomendo a comprar de uma Blackmagic Pocket Cinema Camera.

    • Esse sensor não funciona com todas as câmeras. Apenas com algumas. É mais útil para fotografia still, mas serve também para vídeo. Só que você tem que estabelecer, com antecedência, a duração do vídeo a ser gravado já que o recurso foi desenvolvido para uso quando a câmera está desacompanhada. Como, por exemplo, a fotografia ou filmagem de animais selvagens. A câmera é posicionada na floresta e, quando ouve o barulho do animal se locomovendo, dispara.

  40. Eu não estava conseguindo instalar o ML de jeito nenhum, modo M / P a camera travava e o led vermelho ficava piscando. Ai entrei no site da Canon e baixei o firmware da camera, mesmo o que ja estava instalado ser o mesmo, ai fiz a “ATUALIZAÇÃO” pro mesmo firmware e deu tudo certo, instalou perfeitamente. Só falta aprender essas funções todas do ML !

    Obs: minha câmera é uma Canon eos 550d T2i

    • Parabéns, Wesley. Espero que esteja curtindo bastante os novos recursos que o ML oferece.

  41. Olá Paulo, adorei o seu artigo, muito esclarecedor. Após ver este artigo fui instalar o magic lantern na minha eos 6d na esperança de não precisar comprar um intervalometro..rs fiz um dongrade para firmaware 1.1.3 pois a minha camera já estava com o 1.1.4, formatei o cartão e baixei os arquivos do magic lantern eos 6d v.1.1.3… Quando começou a instalar deu a mensagem desabiliting boot flag . ..Done e mais abaixo restart your camera… Deliguei a camera, tentei novamente, deixei a que reiniciasse sozinha e assim foi, mas não deu certo, não instalou… O sr. tem alguma informação de como posso resolver o problema, sei que ja tem pessoas utilizando o ML na eos 6d, então deve haver uma solução… Se puder me passar alguma informação, desde já fico muito grato!

    • Carlito, se não me engano era para você aguardar a câmera inicializar sozinha. Espero que você já tenha resolvido isso.

  42. Olá tentei instala na minha 50D é nao consegui fiz todo o processo certinho , só que depois que eu tentei instalar minha camera nao lér cãrtao nem um mais , comprei 4 cartões originais . e nao aceita , diz : Cartão nao formatado. tentei de tudo já , me ajuda o que faço ?! fico no aguardo

    • Guilherme, você só deve instalar o ML com a câmera com o firmware original da Canon recomendado. Reformate um cartão em um computador e instale o firmware original que sua câmera deve voltar a funcionar.

  43. Olá Paulo, eu fiz a instalação do Magic Lantern na minha câmera, eu fui fuçando nas várias opções que o Magic Lantern disponibilizam, e não sei se pode ter sido isso, mas notei que a câmera esquentou muito rápido, principalmente onde fica o cartão(provavelmente por estar sendo lido o firmware), e também a bateria….
    Será que foi feito corretamente a instalação do ML? Eu acredito que sim, mas será que errei em algum passo? Qual o melhor a fazer? Devo reinstalar o firmware?

    • Raphael, é normal a câmera aquecer um pouco mais porque o ML adiciona várias funções e exige mais da câmera. Mas isso não prejudica em nada o funcionamento.

  44. Paulo, tudo bem? Tem algum site ou blog que você conheça que dê dicas de colorismo, melhor setup pra captação e como aumentar definição de imagens? Pq na bôa, ví você falando sobre o Raw em filmagem e na minha 60D sai tudo com uma definição muito baixa (Canon 18/135 EF-S) e quando vejo filmagens no youtube que tem o mesmo setup fico até em dúvida se minha máquina é original. Rsrsrsrsrsr

    • Alek, o RAW nas HDSLRs é uma gambiarra. Não aconselho seu uso profissional. Para conseguir bons resultados é preciso muitos detalhes. Se você quer muito filmar em RAW, compre uma câmera adequada como a Blackmagic Pocket Cinema Camera ou a Blackmagic Cinema Camera 2.5K.

  45. Olá Paulo, bom dia! Eu vi que você tem uma grande atenção com as pessoas, e já me senti acolhido mesmo antes de fazer o comentário. Em fim, tenho uma Canon t4i e instalei o Magic conforme diversos tutoriais, firmware atualizado para 1.0.4 e Magic Lantern para 2.3v, porém não consigo verificar quantos cliques foi dado, aparece uma mensagem para mim só não quantos cliques, você saberia solucionar esse meu problema? Fico muito agradecido desde já. Abraço e tenha um belo final de semana.

    • Oi Diego,

      Não entendi direito. Você está se referindo a quantos cliques de fotografia a câmera tem?

  46. Olá Paulo, tenho uma t5i e gostaria de saber o que o programa traz efetivamente em relação a qualidade nas fotos?! Ouvi dizer que a t5i chega a qualidade de uma full frame! Grato

    • Cléber, a t5i é uma ótima câmera, capaz de gerar fotos com qualidade excelente. Quanto a chegar à qualidade de uma full frame, isso não é algo palpável. Não que ela não tenha qualidade. Mas porque uma full frame não significa, em si, qualidade superior. A diferença está no tamanho do sensor, que na full frame é equivalente à área do filme de película 35mm para fotografia, enquanto que a t5i tem um sensor um pouco menor. Na prática, cada uma tem características distintas, mas que podem ser vantagens e desvantagens, dependendo do caso. Por exemplo, uma full frame desfoca mais o fundo utilizando a mesma lente. O que é muito bom para retratos. EM compensação, uma crop pode ser melhor para paisagens por manter mais facilmente o foco a grandes distâncias. Mas isso é bem genérico pois, com técnica e controle, ambas as câmeras são capazes de produzir os mesmos efeitos.

      Quanto ao Magic Lantern para fotografia, ele acrescente uma série de funções úteis como intervalômetro, instrumentos de medição de sinal mais sofisticados e controle mais preciso, entre outras coisas. Mas o ML em si não altera as características principais de imagem ou do sensor da câmera.

  47. Paulo, bom dia!
    Por favor,uma dica: qual a configuração necessaria em um Mac mini para rodar o Da Vince Resolve?
    Muito obrigado
    Clovis

  48. Boa noite! Encontrei esse site por acaso, pesquisando sobre câmeras usadas. Achei ótimo este artigo, apesar de que ainda não conhecia o ML, rsrs.. Mas o que gostei mesmo, foi de ver a sua educação e presteza em responder as perguntas de todos, muito bacana isso, querido. Você é um cara super profissional, que entende do assunto, e não se importa em passar esses conhecimentos para os outros. Coisa difícil de acontecer, nesse nosso mundinho virtual, rs.. Embora tenha muitas pessoas que fazem tutoriais pra ensinar alguma coisa, por aqui, mas nem todos respondem as perguntas de todo mundo, haha.. Parabéns e sucesso sempre!!

    • Obrigado, Maria. Infelizmente não temos no Brasil a cultura de dividir conhecimentos. Muitos profissionais acham que segurar conhecimento dá a eles uma vantagem no mercado. Mas eu não vejo a coisa dessa maneira. Se aprendi com alguém, creio que deva ensinar alguém, também. Na verdade, tudo que eu sei aprendi com dezenas ou até centenas de pessoas ao longo de minha vida profissional.

      Quanto mais profissionais sérios temos no mercado, maior e mais forte esse mercado fica. Quando a gente trabalha em Hollywood, por exemplo, convive com muitos dos melhores profissionais do mundo. Não são nossa concorrência. São nossos colegas. E o conjunto deles é que torna a indústria cinematográfica de lá tão forte. Você pode confiar e acreditar no trabalho dos outros, e eles no seu. E isso só soma. Portanto, quando dividimos nosso conhecimento e ajudamos os outros a crescerem, também estamos ajudando a indústria como um todo. Nos EUA a cultura de devolver o que recebemos da sociedade para a sociedade é muito forte. E a gente nunca sabe o quanto uma simples dica pode ajudar um colega.

      Vou dar um exemplo que mexeu bastante comigo. Quando eu morava em Seattle e escrevia para diversas publicações americanas, tinha uma coluna fixa em uma delas sobre computação gráfica. Escrevi um artigo explicando uma técnica que acelerava bastante o trabalho de composição e que eu usava toda hora. Passaram-se vários meses e fui fazer uma resenha de um programa da Discreet quando me bateu uma dúvida. Liguei para a empresa e eles me enviaram para Santa Monica para uma sessão privada com um expert no programa. Geralmente essas sessões são dadas por artistas que fazem demonstrações em feiras. Só que, para minha surpresa, quem estava lá para me ajudar não era um funcionário da Discreet, mas sim um dos melhores compositores de cinema e publicidade de Hollywood, com créditos em filmes de mais de cem milhões de dólares. Ele tirou minha dúvida em 15 minutos e tivemos o resto do dia para conversar sobre técnicas, sobre o programa em si, e ele ainda me mostrou como fez alguns de seus incríveis trabalhos. Quando saímos para almoçar, eu confessei que estava surpreso e honrado que a Discreet tivesse colocado à minha disposição uma pessoa de renome como ele. A resposta dele foi uma surpresa para mim. Ele disse que quem estava honrado era ele de poder compartilhar seus conhecimentos daquele programa comigo. Eu perguntei por que e ele explicou que já lia meus artigos há muitos anos. E que aquele artigo com a (simples ao meu ver) dica de compositing foi essencial quando ele fez os efeitos de um filme da Disney porque ele trabalhava de uma maneira muito menos eficiente, há muitos anos, e a minha maneira economizou dezenas de horas de trabalho para ele. E ele sempre foi grato por isso, sem nunca ter me conhecido. Surpreso, eu disse que ele tinha muito mais experiência do que eu e que eu nunca imaginava que uma pessoa do nível dele pudesse aprender alguma coisa comigo. Mas ele respondeu que cada artista tem suas técnicas pessoais e estas muitas vezes não dependem só do orçamento dos trabalhos que elas fazem. E o que uma pessoa faz com naturalidade e nem liga pode ser extremamente útil para outra. Até porque todos acabamos criando certos vícios com o passar do tempo e a experiência dos outros pode nos ajudar a quebrá-los.

      Para mim, compartilhar meus conhecimentos e ver alguém crescendo profissionalmente por causa disso é um prazer enorme. Isso não faz de mim um profissional menor. Muito pelo contrário. Me ajuda a crescer, também.

      Maria, um rabino uma vez disse, quando um amigo partiu, que somos como turistas convidados para visitar esse mundo. Ficamos aqui durante nossa breve vida, aproveitando o que nos foi nos deixado por outros que já se foram. E depois partimos, de preferência deixando alguma coisa para aqueles que ficarão aqui ou chegarão depois de nossa partida. É um pensamento simples, mas é uma grande verdade. O mundo não nos pertence. Nós é que pertencemos a ele. Nós vamos, mas o mundo fica. Só resta de nós o que fizemos de bom por aqui. Sermos egoístas significa que chegamos, partimos, e não contribuímos em nada. Se o progresso e as coisas boas que encontramos quando chegamos ao mundo são heranças de pessoas que lutaram e fizeram algo para o bem comum, devemos ser gratos e também fazer um mínimo possível para os outros. Um pequeno gesto pode fazer uma grande diferença.

  49. Paulo, tudo bem?

    1 – Instalei na 60D o ML Nightly “2015-04-06 19:14:49 -0300” e está aquecendo sozinha, antes mesmo de iniciar a filmagem (apenas o fato de ligar em qualquer modo faz chegar a 65º). O que será?

    2 – Não encontro mais no site a versão stable.

    • Esse aquecimento não é normal. Era pra só aquecer depois de um tempo de uso. Faça uma busca no Google que agora existe mais de um site com o programa.

  50. Paulo, acabei de ler sobre o aquecimento da câmera ser devido as funções ativas do ML.
    Sendo assim quais funções posso desabilitar para cessar ou diminuir este aquecimento?

    • As funções que mais causam aquecimento são aquelas que mantém o display em movimento, como o histograma e os monitores de volume de audio.

  51. Olá Amigos,

    Ontem passei um sufoco, pois estava fotografando em estudio, com minha canon 5D Mii e de repente, ela parou, desligou tudo, e a partir daquele instante, não ligou mais. Troquei as baterias, liguei diretamente na tomada com o adaptador, e nada.
    Agora, lendo um pouco mais sobre o ML, percebo que o problema possa morar aí. Há um ano atrás mais ou menos, instalei o ML para maiores recursos em filmagens. Porém para fotografar, aconteciam alguns bugs, então resolvi não usa-los mais. Porém, os cartões ainda mantinham os arquivos do ML instalados. E ontem de manhã, ao descarregar imagens no computador, visualizei-os na tela do Mac, e resolvi deleta-los, simplesmente.
    Não sei se foi essa ação que causou a reação, só sei que na próxima foto que fui realizar, a câmera parou e não liga nem com reza brava. Voces tem alguma sugestão para eu restabelecer o sinal de vida dela?
    Agradeço a atenção!
    Abraços!

    Renato

    • Renato, se ela liga sem cartão, o problema não tem nada a ver com o ML. A câmera simplesmente deu defeito – algo raro mas que acontece. Se ela liga sem cartão mas não liga com o cartão, formate o cartão no seu computador.

  52. Estou com um problema na edição desses arquivos, já fiz varias pesquisas e testes mas não fui feliz com isso.

    • Diego,

      O ML não cria arquivos diferentes dos normais. O problema deve ser no seu computador e/ou software.

  53. Olá, Paulo é muito bom saber que existem profissionais como vc!!!
    Então, gostaria de saber como faço e aonde formato meu cartão sem perder o ML?

    • Fábio,

      Você formata em qualquer câmera que tenha o ML instalado. Se formatar em uma câmera que não tenha ele instalado você terá problemas.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4914

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5397

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6027

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...