Home Notícias Outros Siggraph 2013: A arte e a técnica da animação

Siggraph 2013: A arte e a técnica da animação

Todos os anos, animadores de todos os cantos do planeta voltam suas atenções para a Siggraph, o grande evento mundial de computação gráfica.

Na realidade, esse movimento ocorre bem antes da Siggraph acontecer, quando se inicia o processo de seleção para o Computer Animation Festival, a mostra de filmes que tem lugar em paralelo com as conferências tecnico-científicas que caracterizam o evento.

Em 2013, a Siggraph ficou marcada por ter chegado à sua 40ª edição. A mostra de filmes, se já não revela tantas inovações técnicas quanto em outras épocas, continua evoluindo e mostrando vigor artístico com um número cada vez maior de animações de qualidade de profissionais e estudantes de computação gráfica.

Foram mais de 500 inscrições das quais 104 foram selecionadas por um júri de especialistas reconhecidos pela comunidade como alguns dos melhores profissionais em atividade de vários países.

O Computer Animation Festival é reconhecido pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences como um festival de qualificação para o Oscar. Desde 1999, diversos filmes exibidos na Siggraph conquistaram o prêmio da Academia de “Melhor Curta-metragem de Animação”.

As exibições se dão atualmente de duas maneiras, com a mostra oficial no Eletronic Theater que acontece à noite e nos eventos chamados de Daytime Selects, espalhados durante o dia por categorias, com filmes selecionados apresentados por seus realizadores, onde há a oportunidade do público saber mais sobre o processo de criação e descobrir como os filmes foram feitos.

Quando a seleção é concluída, cerca de um mês antes do evento, são divulgados os prêmios em quatro categorias. Em 2013 os vencedores foram os seguintes:

BEST IN SHOW AWARD

À la Française

Dirigido por Morrigane Boyer, Julien Hazebroucq, Ren Hsien Hsu, Emmanuelle Leleu e William Lorton – França – Criado por uma equipe de alunos de escola de animação francesa Supinfocom.

É de tarde em Versalhes, durante o reinado de Luís XIV.

 

JURY AWARD

Lost Senses

Dirigido por Marcin Wasilewski – Polônia – Criado pelo coletivo polonês de animação Grupa Smacznego.

Uma breve história sobre um encontro em um mundo abstrato, estilizado como as pinturas de Giorgio De Chrico. Um homem vai encontrar uma mulher em uma cidade voadora abstrata. Ele está subindo nos prédios como um praticante de parkour. Um momento de descuido é suficiente para fazê-lo perder seus sentidos. E sua chance.

 

BEST STUDENT PROJECT

Rollin’ Safari 

Dirigido por Kyra Buschor, Anna Habermehl, Constantin Paeplow – Alemanha – 4 filmes criados por alunos da Filmakademie Baden-Wuerttemberg de Stuttgart.

Os animais-balão do Serengeti estão lutando para seguir a sua rotina diária.

 

BEST STUDENT PROJECT RUNNERS-UP

Sleddin’ 

Dirigido por John Pettingill – Texas A&M University, EUA

Esta metáfora para as experiências que são maiores do que a vida explora os momentos de infância fenomenais que são em última análise, dependentes de sua própria perspectiva.

 

Harald

Dirigido por Moritz Schneider – Alemanha – Também criado por um aluno da Filmakademie Baden-Wuerttemberg de Stuttgart.

Harald é um lutador. Impulsionado por sua mãe ambiciosa, ele ganha um vasto número de taças de desafios de luta. Mas o seu verdadeiro amor são as flores. Quando sua mãe tira a sua flor favorita, ele tem que lutar por ela.

 

Assista abaixo um rolo de trechos de vários dos 104 selecionados para a mostra do Computer Animation Festival.

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”//www.youtube.com/embed/qAGbcxiHZ9E” frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>

 

E para completar, se você domina bem o inglês, separe um tempo, arranje fôlego, e assista o painel Marc Davis Lecture Series, promovido em conjunto pela Academy of Motion Pictures Arts & Sciences e pela SIGGRAPH 2013, que homenageia o famoso animador da Disney, Marc Davis, e que abriu a exibição do festival.

O painel chama-se “Giants’ First Steps”, e teve como tema o início de carreira dos diretores participantes, vários deles indicados e ganhadores do Oscar, incluindo Ron Clements, Pete Docter, Eric Goldberg, Kevin Lima, Mike Mitchell, Chris Sanders, Henry Selick, David Silverman, e Kirk Sábio. O painel foi moderado por Randy Haberkamp, da Academia.

 

Bem, agora só nos resta aguardar 2014 e esperar pelas novas produções e inovações que a próxima Siggraph, com toda a certeza, irá revelar. Para mais informações, acesse o site da Siggraph.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 2125

Conforme prometido pela empresa no início do ano, a Avid anunciou em comunicado oficial uma programação para regularizar a prestação de contas de seus demonstrativos financeiros referentes à anos fiscais passados. A não entrega desses relatórios financeiros foi o que...
0 1919

O modelo tradicional de negócios dos grandes fabricantes de equipamento broadcast parece não funcionar mais nos tempos modernos. E, por isso, muitos deles correm sério risco de fechar as portas ou serem comprados por outras empresas. O que, aliás, já...

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4971

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5432

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6075

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...