Home Notícias Outros Apple lança Logic Pro X

Apple lança Logic Pro X

O foco do Videoguru, obviamente, não é música nem áudio, mas o lançamento do Logic Pro X representa um evento de impacto grande interesse para o nosso público.

Em primeiro lugar, porque retoma e completa a implantação de uma nova identidade na família de ferramentas profissionais de mídias criativa da Apple. Elas são agora mais modernas, mais poderosas, mais intuitivas e amigáveis. E têm uma mesma cara, com um mesmo estilo de design de interface.

Essa família também se caracteriza por estar articulada com programas de uso doméstico que funcionam como porta de entrada para os programas profissionais, seja em vídeo, áudio ou fotografia: do iMovie para o FCPX, e do Garage Band pro Logic Pro X, e do iPhoto para o Aperture.

É bom ver que Apple cada vez mais, ao contrario de impressões alarmistas desde de algum tempo atrás, não abandonou o mercado profissional de ferramentas para criativos, unindo ciência e arte, como pregrava Steve Jobs. Ela apenas continua inovando e redefinindo conceitos, inclusive o conceito de ferramenta profissional.

Em segundo lugar, porque mostra que a Apple aprendeu a lição do lançamento desastrado o Final Cut Pro X, e trouxe um produto renovado, sim, mas que não perdeu nenhum recurso, e ainda acrescentou mais poder de fogo, compatibilidade e ferramentas revolucionárias. E abre os projetos das versões anteriores.

Também é bom saber que a Apple finalmente aprendeu que ninguém pode, (usando uma palavra da moda) ignorar “a voz rouca das ruas”. Fez tudo com calma e soube amadurecer para não cometer mais erros estratégicos.

Em terceiro lugar, e de especial interesse para o pessoal de vídeo, porque o Logic Pro X permite importar e exportar projetos no padrão Final Cu Pro X via FCPX XML. Isso significa que o Logic pode ser a peça que faltava de ferramenta de finalização de audio ideal para o Final Cut Pro X.

logic_pro_x_interface

A repercussão maior é entre os músicos, claro, mas vamos, em muito breve, ver o pipocar aqui e ali exemplos de projetos com workflows compartilhados entre os dois programas.

Essa lingua comum poderá fazer frente à soberania do ProTools na função de plataforma de finalização de áudio para cinema e vídeo? Logo vamos saber.

E o seu preço é convidativo, vai ajudar muito na sua popularização: US$200 na loja de softwares para Mac, menos do que o valor que era pedido para o upgrade de uma versão pra outra.

Resultado, todos estão elogiando. A MacWorld, por exemplo, deu a cotação de 4.5 ratinhos. O site The Loop fez uma resenha igualmente ultra elogiosa:

“Logic Pro X is the best music software release I’ve seen from Apple in a while. They added a lot of pro features, but at the same time managed to make the app more approachable—that’s a difficult thing to do.”

A única reclamação mais aparente que surgiu foi do fim da compatibilidade com plugins 32-bit. Mas aí não há nada fora do padrão da Apple, que sempre foi de apontar o caminho e empurrar o mercado pra frente, dando o timing da evolução e das mudanças tecnológicas cruciais.

O Videoguru foi bater na porta do mestre e maestro Márcio Nigro, para saber o que o músico e compositor de trilhas para cinema, e um dos maiores gurus da finalização de áudio na plataforma Apple no Brasil, achou do lançamento:

“Podemos considerar que 2013 foi o ano que a Apple fez a pazes com os usuários profissionais, seu público mais fiel.

Fico feliz de ver que minhas previsões  foram acertadas naquela entrevista que dei para o Videoguru. A Apple não ia abandonar os usuários profissionais, lançaria uma Mac Pro mais compacto como o Cubo G4 (não é cubo mas é cilindro) e o Logic Pro X mudaria bastante a interface, mas não reinventaria a roda como no FCPX.

A Apple comprou a Emagic há cerca de dez anos, e só agora que vemos — finalmente! — o Logic com uma interface digna de Cuppertino.

Não posso entrar nos meandros de quão bem o Logic Pro X funciona, pois estou instalando ele nesse momento no meu Mac, mas pelas resenhas que li, a empresa fez tudo certinho: levou o tempo necessário para lançar algo sólido, não sumiu com as funcionalidades e ainda acrescentou uma série de novidades e recursos que parecem fazer valer a espera.

Embora o FCPX tenha afugentado vários “hereges”, o mercado de áudio é uma ótima vitrine para a empresa. Em praticamente todo estúdio profissional que já entrei tem um Mac centralizando as operações, seja G4, G5 ou Mac Pro. Acho que a Apple sabe que é um nicho de interesse, mesmo não sendo muito rentável.

Com a interface mais amigável, seus recursos poderosos e um preço super atraente, o Logic tem tudo pra conquistar mais adeptos.”

• • •

Podemos esperar boas novidades para o segundo semestre pelo lado da Apple para os profissionais de vídeo. Agora com o Logic Pro X na parada, a empresa deve lançar o novo Mac Pro provavelmente acompanhado da versão do FCP X 10.1, e o trio estará completo.

E aí o bicho deve pegar tanto no vídeo como no áudio. Claro que o LPX e o FCPX vão virar dois foguetes na nova máquina. E nós, naturalmente, vamos nos tornar pessoas mais felizes por isso.

Mais informações sobre o Logic Pro X, que já está sendo vendido na loja virtual da Apple na sua página site da Apple e no comunicado de imprensa da empresa.

Vale lembrar que, junto com o LPX, a Apple está lançando o programa Main Stage 3, para performances ao vivo com o Logic, custando US$30 e uma app de controle do programa pelo iPad, o Logic Remote, totalmente gratuito.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 2153

Conforme prometido pela empresa no início do ano, a Avid anunciou em comunicado oficial uma programação para regularizar a prestação de contas de seus demonstrativos financeiros referentes à anos fiscais passados. A não entrega desses relatórios financeiros foi o que...
0 1948

O modelo tradicional de negócios dos grandes fabricantes de equipamento broadcast parece não funcionar mais nos tempos modernos. E, por isso, muitos deles correm sério risco de fechar as portas ou serem comprados por outras empresas. O que, aliás, já...
5 comentários Nesse post
  1. Belo acerto da Apple, agora refaz a tranqueira do FCPX e ficaremos felizes! Pelo menos aguardando o novo MacPro, já que até agora nada nele, nem o design de lixeira chamou a atenção! será que o Davinci vai sem se rastejar???

    • Eu curti o design cilíndrico. E segundo, Grant Petty, CEO da Blackmagic, tal como escrevi no artigo sobre o novo Mac Pro, o DaVinci Resolve 10 está voando no novo Mac Pro, afinal ele está otimizado para o Open CL.

  2. Acabei de comprar no mes passado o LogicPro 9 e agora saiu o X.
    Tem alguma forma de se fazer o upgrade com o valor mais barato?

    • Que eu saiba, não há nenhuma política de upgrade das versões anteriores para os programas X. Eles são considerados programas novos, aparentemente. O lado bom é que eles saem bem mais baratos.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5017

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5479

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6127

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...