Home Notícias Câmera Blackmagic disponibiliza firmware com RAW para a Pocket Cinema Camera

Blackmagic disponibiliza firmware com RAW para a Pocket Cinema Camera

A Blackmagic Design disponibilizou hoje o firmware  versão 1.5 que adiciona a gravação em RAW em 12 bits Log CinemaDNG para a nova Pocket Cinema Camera (BMPCC).

Quando a câmera foi lançada, havia a promessa da gravação em RAW com compressão sem perda de qualidade em 1080p. Só que esse recurso não havia ficado pronto em tempo e a empresa achou melhor lançar a câmera, mesmo sem ele, do que atrasar o lançamento. Muitos usuários reclamaram e alguns, mais afoitos, realmente baixaram o nível nos fóruns da Blackmagic, causando muito constrangimento a si próprios e acusando a empresa de propaganda enganosa.

Mas quem conhece a Blackmagic sabe que ela não é de fazer essas coisas. E eles avisaram com antecedência que a filmagem em RAW viria mais tarde, portanto era de conhecimento geral que a câmera não viria de fábrica inicialmente com este recurso.

Felizmente a discussão agora acabou, e o recurso de gravação em RAW já está disponível, com muitos usuários satisfeitos. Os chatos de plantão, é claro, já arrumaram outros pretextos para reclamar, como seus cartões mais baratos que não suportam o fluxo de dados para filmar em RAW, colocando a culpa na empresa. Só que a Blackmagic disponibiliza uma relação de cartões aprovados e, quem resolve se arriscar a comprar algum fora da lista, corre o risco de se dar mal.

Falando em cartões, parece que a Sandisk está mesmo liderando em termos de confiabilidade com as câmeras da Blackmagic. Na BMCC, os SSD Sandisk Extreme de 240GB e 480GB são os que têm menos reclamações. E agora, nos primeiros momentos com o novo firmware da Pocket, os Sandisk Extreme Pro de 64BG são os que estão funcionando sem nenhum problema. Os de 128GB, no entanto, parecem não estar tendo o mesmo nível de sucesso.

A vantagem maior de se filmar em RAW é a versatilidade na hora da finalização. O formato oferece uma maior banda dinâmica e ajuste posterior de exposição e temperatura de cor com o programa DaVinci Resolve. O padrão aberto utilizado é o CinemaDNG RAW, que oferece RAW com compressão, porém sem perdas. O processo é semelhante ao ZIP utilizado em arquivos de dados. Embora haja compressão no tamanho dos arquivos, os arquivos em si não sofrem perdas. Isso significa que, após a descompressão, o usuário recebe de volta os arquivos gravados matematicamente idênticos aos originais.

Vale mencionar que a filmagem em RAW, mesmo comprimido, ocupa muito mais espaço nos cartões de memória – aproximadamente 20 minutos de imagens gravadas em cada cartão de 64GB. Além disso, exige que o material sofra um tratamento de cor – algo que não é absolutamente necessário quando se filma em ProRes. Portanto, embora o formato seja mais versátil, nem sempre é o mais adequado para grande parte das produções.

O novo firmware é gratuito e pode ser baixado deste link.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 6968

A O2 Filmes está utilizando várias Blackmagic Pocket Cinema Cameras (BMPCC) como câmeras principais nas gravações da nova comédia de sucesso da GNT, “Lili, a Ex”. A carga do conteúdo no set foi feita pela White Gorilla e toda a...
2 5470

Faz poucos dias que a Blackmagic lançou mais um firmware para suas Cinema Camera 2.5K (BMCC) e Pocket Cinema Camera (BMPCC). Esse firmware 1.9.7 adiciona a funcionalidade de poder formatar os cartões de memória nas próprias câmeras sem precisar...
7 comentários Nesse post
  1. Olá, estou aqui mais vez com minhas perguntas talvez amadora mas preciso saber. Qual a câmera , que seja do universo financeiro da 5d mark ll / lll que grava em prores? se é que há! Grato pela presteza. Junior

    • As câmeras da Blackmagic – tanto a Blackmagic Cinema Camera 2.5K (BMCC) quanto as Pocket (BMPCC).

  2. Excelente repaginada no site, parabéns pelo trabalho sério e competente em meio a tanta picaretagem e amadorismo.

    Abs

    Sandro Lara

    • Douglas, a Blackmagic 4K ainda não está à venda. Dizem or rumores que as causas do atraso podem ser mudanças nos sensores e também, possivelmente, esse RAW comprimido. A 2.5K, em função da quantidade de dados, é a única que funciona bem sem compressão. Mas a 4K tem mais pixels e, consequentemente, necessita de compressão em RAW para poder gravar com a tecnologia de armazenamento atual existente no mercado. Mas vale sempre lembrar que o RAW da Blackmagic utiliza uma compressão sem perdas. E é possível que essa passe a ser uma opção também na 2.5K para economizar espaço nos drives SSD.

  3. Olá, Paulo.
    Antes de mais nada, parabéns pelo espaço tão sério, desmistificador e didático.
    Eu gostaria de saber como é basicamente a conversão de 1080p para 2K (padrão de exibição nas salas de cinema, claro). Considerando que a diferença está em 68 linhas na horizontal, há perdas significativas em termos de qualidade da imagem nesse processo? Em caso de não haver, os arquivos captados em ProRes já seriam suficientes para tal objetivo?
    No fim das contas, queria saber se, utilizando a BMPC com seus 1080p e convertendo posteriormente para 2K deixaria muito a desejar qualitativamente em termos de exibição, quando comparada à conversão de 2,5K para 2K da BMCC?
    Um abraço.

    • Daniel, a diferença de 1080p para 2K é insignificante. Muitos longas de alto orçamento, inclusive, são filmados em 1080p. E vários destes em ProRes. Quanto à diferença para a BMCC, vale mencionar que os 2.5K só valem para RAW, pois em ProRes o limite também é de 1080p.
      Existe uma ligeira diferença de definição a favor da BMCC, mas é muito pequena e certamente nada que seria notado pelo público em geral. Sem contar que existem outras variáveis como lentes, fotografia e pós que podem fazer mais diferença que isso. Portanto, pode comprar a Pocket e ser feliz!

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4914

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5397

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6027

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...