Home Artigos Hardware Dificuldades com USB 3.0 no Mac

Dificuldades com USB 3.0 no Mac

Todo mundo festejou quando a Apple anunciou novas máquinas com portas USB 3.0. A empresa mostrou aos usuários que finalmente tinha resolvido aderir à segunda maior revisão do padrão de interface de comunicação para computadores mais popular dos últimos tempos.

Com uma taxa de transferência de 5 Gbps, a porta USB 3.0 tem tudo para ser a companhia perfeita para as também super-velozes portas Thunderbolt (10 Gbps) no fluxo de trabalho do profissionais de pós-produção de vídeo.

O grande diferencial do USB 3.0 em relação à tecnologia Thunderbolt reside no fato dele estar se disseminando muito mais rapidamente entre os usuários de PC, criando uma oferta grande de equipamentos baratos propiciada pela economia de escala típica dessa plataforma.

Por conta de tudo isso, foi com grande ansiedade que pluguei meu dock station Newer Technology Voyager Q, através da sua porta USB 3.0, no meu novíssimo Macbook Pro 15 polegadas mid-2012. Já o usava com a porta FireWire 800, mas com a nova porta, planejava me beneficiar de uma performance muito superior em backups e até mesmo em trabalhos de edição.

Mas, para minha frustração, as coisas não saíram como esperava. O disco plugado no dock station apareceu na área de trabalho do Macbook, mas o conteúdo dele, simplesmente não era mostrado na janela do Finder. Depois de ejetar e plugar o disco novamente, tudo continuou na mesma.

Resolvi deixar o passar um tempo para ver o que acontecia. Em determinado momento, mudando para o modo de visualização por ícones, pude enxergar o conteúdo do disco. Tentei passar para o modo de coluna, e o conteúdo sumiu de novo. Daí, tentei ejetar o disco e o Finder congelou.

Novas tentativas de fazer a gaveta funcionar pela porta USB 3.0 se sucederam, com pequenas variações sobre o tema. No dia seguinte, comprei um cabo novo, que até funcionou um pouco melhor, não sei bem porque. Até consegui copiar um arquivo do disco externo para a área de trabalho do computador, mas quando tentei fazer o inverso ocorreu erro na transferência, e foi preciso recarregar o Finder e ejetar o disco de modo forçado.

Ressabiado, decidi pesquisar na web se outros estavam enfrentando problemas parecidos. Dito e feito. Logo me deparei com vários relatos em fóruns de suporte no site da Apple descrevendo situações semelhantes à minha.

Muitos proprietários do Voyager Q descreveram exatamente os mesmos sintomas de mal funcionamento, mas pude constatar que haviam outras pessoas falando de mais produtos que também estavam apresentando problemas de compatibilidade, como alguns drives da Lacie, por exemplo.

Retina Macbook Pro – USB 3.0 not working properly?

lacie usb 3.0 not working in ML

USB 3.0 Hard Drive not recognized

Acompanhando os fóruns por alguns dias, descobri que a Newer Technology havia indicado a um usuário um update de firmware para o Voyager Q que, surpreendentemente, precisa ser instalado em um sistema Windows XP! Tentei fazer o procedimento por uma máquina virtual no meu Mac, mas não consegui instalar o driver para que o dock station fosse reconhecido e aí então permitir o update de firmware.

Infelizmente, o suporte da Newer Technology, que é controlada pela mesma empresa que possui a OWC, não tem funcionado a contento. Numa primeira iniciativa de contato pelo site deles, a resposta foi uma pergunta sobre quanto eu estava alcançando em taxa de transferência.

Pelos meus testes com o Aja System Test alcancei em torno de 100 MBps de leitura. Muito pouco, e que também não diz muito sobre o mal funcionamento do dispositivo com a porta do Mac. Uma pena, porque o fabricante possui produtos muito bons, e com um número cada vez maior de alternativas USB 3.o, como drives e adaptadores.

A Lacie, por outro lado, assim como a CalDigit, segundo relatos dos usuários, já resolveram o problema de compatibilidade, não apenas com o hardware da Apple, como também com o Mountain Lion.

Alguns usuários sugerem que a “culpa” dessa questão com a porta USB 3.0 dos novos Macbooks seriam da Apple, chegando a dizer que o padrão adotado seria de difícil compatibilidade com os chipsets mais comuns no mercado PC. Dizem que o chipset do Voyager Q, por exemplo, que seria o Oxford, não seria palatável pelos novos Macbooks. Outros falam de diferenças de impedância.

No entanto, a Apple mantém uma página em seu site sobre a sua implementação da tecnologia USB 3.0, em que afirma que ela está baseada no padrão “2008 version 1 USB 3.0 specification”, e que todos os dispositivos que são compatíveis com essa especificação funcionam bem com o Macbook.

Tudo isso lembra os primeiros tempos da tecnologia FireWire, quando alguns dispositivos apresentavam problemas de compatibilidade com o Final Cut Pro, por exemplo. De fato, parece que, pelo menos por um tempo, vamos ficar dependendo de updates de drivers e firmware até a situação se estabilizar.

Portanto, fique esperto, e procure saber com os fabricantes e vendedores, se o dispositivo que você vai comprar ou já possui está testado e aprovado para as máquinas da plataforma Apple. Só assim você poderá ter certeza de desfrutar da chamada e tão desejada tecnologia USB “SuperSpeed”.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
12 4963

O cinema digital nunca viveu um período tão interessante. Se a câmera de cinema digital chinesa iniciou a revolução dos preços baixos, foi a Blackmagic que venceu a corrida e lançou no mercado as verdadeiras câmeras revolucionárias. Agora...
30 6014

Eles são a última novidade do mercado. Monitores bem mais largos que o normal e que oferecem muito mais espaço para trabalhar. Além disso, são perfeitos para reproduzir filmes em formato cinemascope. Com um desses monitores você consegue praticamente o...
4 comentários Nesse post
    • Depois de muita reclamação com o fabricante, me passaram um outro update, igualmente para rodar Windows, que eu consegui instalar num PC com a ajuda de um amigo mais hábil com essa plataforma. O drive passou a rodar em velocidades mais altas, mas um pouco aquém do esperado. Para nossa sorte, hoje a situação está um pouco melhor com a especificação USB 3.0 e não tenho sabido de problemas com os derives mais recentes.

  1. Bom dia. Li seu artigo, parabéns, excelente.

    Acabei de pegar um macbook pro mid2012 e agora fui ver e não consegui identificar se ele tem usb 3.0, como eu descubro isso?

    Abs

    • Recomendo o programa MacTracker, que traz todas as informações de configuração de cada uma das gerações de hardware da Apple.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4971

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5433

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6075

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...