Home Tutoriais Videoguru Tuts Localizando eventos e projetos do FCP X

Localizando eventos e projetos do FCP X

Diferentemente das versões anteriores, o FCPX é um aplicativo não-baseado em documento. Isso significa que não há mais um arquivo único para cada trabalho, com todos os dados e informações que se referem a ele. Nesse novo modelo, portanto, basta abrir o programa para poder editar.

Uma vez iniciado, o FCPX exibe duas bibliotecas principais, uma de eventos, onde as mídias originais são colecionadas e organizadas, e outra de projetos, onde essas mesmas mídias são editadas, e de onde o resultado final da edição pode ser compartilhado.

A princípio, até que você os apague, sempre que você abre o programa, são carregados todos os eventos e projetos criados até o momento e contidos nas bibliotecas do aplicativo. No nível do Finder, existem estruturas de arquivo (mídia original, mídia convertida, arquivos de render, e arquivos de metadados) referentes aos eventos e projetos existentes.

Essas estruturas de arquivo ficam em duas pastas próprias do programa no Finder: a pasta Final Cut Events e a pasta Final Cut Projects. Por padrão, essas pastas são localizadas na pasta Movies do usuário, dentro do disco de sistema (de boot).

No momento em que você inicia um trabalho novo, você pode optar por continuar localizando seus eventos e projetos nessas pastas do disco de sistema, ou criar e utilizar novas pastas do mesmo tipo na raiz de um disco adicional, interno ou externo.

Em qualquer etapa de um trabalho, se assim desejar, você pode mover as pastas de certos eventos e projetos de um disco rígido para outro, transitando entre as pastas do programa em cada disco.

Existe um programinha essencial, o Event Manager X, que oferece um gerenciamento esperto dos eventos e projetos no nível do Finder, de modo que você pode determinar que eventos e projetos devem ser carregados junto com o FCPX (ver resenha a ser publicada em outro post aqui no Videoguru).

Há ainda a manha de atingir o mesmo objetivo usando imagens de disco para guardar as pastas Final Cut Events e Final Cut Projects (o FCPX só carrega os eventos e projetos de uma imagem de disco se ela estiver montada). Além disso, a imagem de disco funciona como uma estratégia bem prática para compartilhar eventos e projetos com terceiros.

Em seguida, vamos mostrar algumas formas de controlar a localização no Finder dos eventos e projetos que você vier a criar, inclusive através de imagens de disco. Para todas as operações dos tutoriais que se seguem, no menu suspenso Action, abaixo do painel Event Library, escolha Group Events by Disk.

 

Tutorial 1 – Eventos e projetos num disco rígido do Mac

1. Criando eventos – No painel Event Library, selecione um dos discos disponíveis na biblioteca. Faça um Control-click sobre o disco selecionado e, através do menu contextual, escolha o comando “New Event”. Um novo evento aparecerá na sua biblioteca. Nomeie o evento.

 

2. Criando projetos – No painel Project Library, selecione um dos discos disponíveis na biblioteca. Faça um Control-click sobre o disco selecionado e, no  menu contextual, escolha o comando “New Project”. Na janela que surge, nomeie o projeto e escolha um evento para o projeto ficar atrelado.

 

• Dica Rápida – O projeto não precisa necessariamente ficar atrelado a um evento localizado no mesmo disco. Mas lembre-se que se você escolher um disco adicional, interno ou externo, para abrir seus eventos e projetos, o disco precisará estar sempre montado.

 

Tutorial 2 – Movendo eventos e projetos

1. Movendo um evento – No painel Event Library, selecione um dos eventos existentes. Tecle e segure Command, e arraste o evento para um outro disco diferente do atual. Confirme o disco de destino no menu Location e o FCP X move o evento para a sua nova localização.

 

2. Movendo um projeto – No painel Project Library, selecione um dos projetos existentes. Tecle e segure Command, e arraste o evento para um outro disco diferente do atual. Confirme o disco de destino no menu Location e acione a opção Move Project Only.

 

• Dica Rápida – Com essas operações, o FCP X desloca os eventos e projetos para um novo disco rígido, juntamente com todas as mídias a eles associadas, incluindo arquivos importados, convertidos ou renderados.

 

Tutorial 3 – Deixando as pastas do FCP X numa imagem de disco

1. No Disk Utilities – Abra o programa Disk Utilities, da Apple, que fica na pasta Utilities do seu Mac. Escolha o comando File > New > Blank Disk Image. Selecione um disco para guardar a imagem de disco, crie um nome para ela, e escolha “Custom” no menu suspenso Size.

 

2. Tamanho da imagem – Nas opções do menu Custom Size, coloque o tamanho da imagem de disco. Leve em conta que precisa ter espaço para os arquivos de render. No menu Image Format, escolha a opção sparse disk image, para o tamanho da imagem aumentar de acordo com o uso.

 

3. Usando a imagem – Com a imagem de disco montada, abra o FCP X, e a identifique no painel Event Library. Siga os passos do primeiro tutorial, crie novos eventos e projetos na imagem criada e comece a trabalhar. Quando quiser voltar a esses projetos, monte a imagem primeiro

Dica rápida – Na versão 10.0.3, se você montar uma imagem de disco após iniciar o FCPX, o programa reconhece e carrega os eventos e projetos nela contidos.

• • •

Artigo escrito originalmente para a revista Macmais, com eventuais adaptações para publicação no Videoguru.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados

Uma das principais funções de gerar um novo projeto pelo Media Manager é diminuir radicalmente o tamanho dos arquivos utilizados em um projeto, principalmente quando este vai para a finalização ou é armazenado depois de pronto. Acontece que, em...

A GoPro Hero é uma linha de câmeras ultra-compactas, muito versáteis e de excelente qualidade. Desde a sua primeira versão vem dominando o mercado de imagens de esportes radicais porque nenhum outro equipamento se mostrou tão eficaz na produção...
4 comentários Nesse post
    • Sandro, posso falar por mim e pelo Paulo, meu parceiro aqui no Videoguru. Nós adotamos o FCPX há mais de um ano, e estamos muito satisfeitos e totalmente adaptados. Não sentimos saudades das versões anteriores e utilizamos o programa com sucesso para diversos trabalhos profissionais normalmente.

      Ao mesmo tempo, sugiro que você experimente o FCPX e forme sua própria opinião, mas faça isso com a cabeça aberta para uma experiencia inovadora e fazendo um esforço real para aprender algo definitivamente diferente de tudo que voce já viu por aí em edição não-linear.

      Há uma inércia de preconceito em torno do FCPX, motivado pela forma desastrada com que ele foi lançado pela Apple. Mas o programa amadureceu bastante em um ano e meio, e pode ser considerada uma das mais avançada ferramentas de edição não-linear profissional do momento. Alem de ser a mais barata de todas.

  1. Ola João. Tudo bem? Desculpe o incômodo… mas é que estou com um problema. Meu final cut não reconhece o hd externo… o que tenho que fazer? Obrigado

    • Você poderia detalhar um pouco mais em que circunstâncias isso ocorre? Aconteceu de repente? O disco é reconhecido pelo sistema?

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4914

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5397

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6027

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...