Home Artigos Videoguru Lab Mac Pro Upgrade – Transforme seu velho Quad Core em um Octa...

Mac Pro Upgrade – Transforme seu velho Quad Core em um Octa Core 3.0

Em mais um artigo sobre como dar vida nova a seu velho Mac Pro, mostraremos como trocar os CPUs de sua máquina e praticamente dobrar sua capacidade de processamento.

Em nosso artigo anterior, mostramos como trocar sua placa gráfica por uma de PC para poder rodar os aplicativos mais recentes, como o FCPX. Agora mostraremos como trocar os processadores de seu Mac Pro modelos 1,1 e 1,2.

Embora os Mac Pro Quad Core com processadores 2.66 ainda apresentem um desempenho excelente hoje em dia, apesar da idade, chega a hora em que precisamos de mais velocidade de processamento.

O caminho normal seria trocar de computador. Mas os Mac Pro oferecem a possibilidade de diversos upgrades de peças, dentre eles o de processadores.

Já vou avisando que este processo é bem mais complicado do que trocar a placa gráfica, pois envolve desmontar uma pequena parte do seu computador e certos cuidados essenciais, como aplicar uma boa pasta térmica entre os coolers e os CPUs.

Caso a parta térmica seja de má qualidade ou mal aplicada, você corre o risco de ter seus novos processadores queimados. Tomando os devidos cuidados, porém,  fazendo tudo com calma e seguindo as instruções à risca, você não terá problemas.

Antes de começar, devemos avisar que não nos responsabilizamos por nenhum dano causado ao seu computador ou a você próprio(a) em decorrência desse artigo. Daqui para a frente, prossiga assumindo qualquer risco por conta própria.

O Final Cut Pro X é apenas um dos inúmeros programas modernos
que utilizam plenamente todos os cores de seu computador.

Como seu Mac Pro já tem uma certa idade, é bem provável que você não encontre mais processadores novos no mercado para fazer o upgrade. E é muito importante frisar que só os modelos mencionados aqui são compatíveis com a sua máquina.

Portanto, não adianta perguntar se dá pra usar um i7 ou qualquer outro CPU. Apenas os dois modelos mencionados servem, sem exceções. A boa notícia é que esses processadores são relativamente comuns, pois são usados em muitos servidores Windows ou Linux, além dos Mac.

Por isso, você consegue encontrá-los no mercado a preços bem razoáveis. Algumas lojas ainda os tem para venda, novos, mas eles são fáceis de encontrar no mercado de usados. Uma boa fonte é o Mercado Livre.

O único cuidado que você deve ter é comprar os processadores em pares, do mesmo lote. Quando são vendidos usados, geralmente são retirados dos servidores em pares e postos à venda assim. Novos, você pode exigir que sejam do mesmo lote.

Evite comprar os processadores separados porque, se forem de lotes muito diferentes, podem ser incompatíveis um com o outro. Como mencionamos acima, uma boa pasta térmica é bem importante, pois é ela que transmite o calor do CPU para o cooler (dissipador).

Como nossas máquinas são bastante exigidas, os processadores podem esquentar bastante e, acontecendo isso, se a pasta térmica for vagabunda, o calor não passa para os dissipadores e pode ocorrer superaquecimento. Na melhor das hipóteses, seu computador ficará desarmando. Na pior, queimará os CPUs.

Dentre as melhores pastas térmicas disponíveis no mercado nacional recomendamos a Antec Formula 5, Artic Silver Artic Alumina,  Evercool Sidewinder, Tuniq TX-2 e Xigmatek Freezing Point.

Quanto ao preço dos processadores, os modelos são o Intel Xeon 5365 ou o 5355, sendo que o primeiro é de 3 Ghz e o segundo 2.66 Ghz. Ambos possuem 4 cores contra os 2 cores do processaor original do Mac Pro.

Como são dois processadores por máquina, você passará de um total de 4 cores para 8 cores. O Xeon 5355 está à venda no Mercado Livre por uma média de R$ 260, cada.

O 5365 está à venda no eBay a partir de US$316 o par. Já o 5355 pode ser encontrado no eBay a partir de US$ 136, o par. Sendo que é mais fácil encontrar ambos processadores no eBay do que no Mercado Livre.

Encontramos o 5355 novo, na caixa, em uma loja do centro do Rio de Janeiro, por R$ 704,99 cada um. Mesmo por esse preço, R$ 1.409,98, pelo par, o upgrade do seu velho e fiel Mac Pro sai bem mais barato do que trocar de máquina.

Se animou? Então vamos ao processo de troca. Escolhemos um vídeo, em duas partes, que mostra o processo, passo a passo. Está em inglês, mas resumimos as etapas abaixo.

1ª Parte

• Observe as ferramentas necessárias.
• Ignore o conselho de manter seu computador ligado à régua de eletricidade, durante o processo, para a descarga da eletricidade estática. Não adianta nada se sua eletricidade não tiver aterramento e, caso você ligue seu computador, sem querer, pode danificá-lo permanentemente. Logo depois de abrir a tampa lateral de seu Mac Pro, desconecte o cabo de força de trás dele. Desconecte também todos os outros cabos – monitores, USB, etc.
• O problema da estática é comum em climas frios e secos. O uso da pulseira é desnecessário na maior parte do Brasil.
• Não tente dar nenhum “jeitinho”. Execute todas as etapas com muita calma.
• Cuidado para não deixar cair nenhum parafuso dentro do seu Mac. Se isso acontecer, vire-o com a parte da tampa para baixo e sacuda até o parafuso cair, caso não consiga achá-lo ou retirá-lo de outra forma.
• Aproveite que está desmontando seu computador para limpar os ventiladores e os coolers. Nunca use água nem panos úmidos para isso. Use ar comprimido e/ou um pincel chato (pequeno) para retoques de pintura com cerdas macias.
• Não toque, de forma alguma, nos pinos do processador. Segure-o, com cuidado, apenas pelas bordas.
• Tenha muito cuidado ao desconectar os fios que ligam os sensores térmicos à placa lógica. O vídeo mostra onde ficam, mas não explica como fazê-lo. Não puxe pelo fio em si, e sim pelo conector. Se puxar pelo fio, com força, pode soltá-lo do conector, danificando-o.
• Afrouxe os parafusos na ordem indicada, alternando-os em X. Isso previne que a base do cooler empene ou exerça pressão desigual sobre o processador.

2ª Parte

• Remova totalmente a pasta térmica velha dos coolers. Use cotonetes e/ou filtros de café de papel, como no vídeo. Não use jornais ou panos velhos, pois eles podem arranhar a base do cooler. Como alternativa, pode utilizar um pedaço de uma camisa velha de algodão, contanto que esteja completamente limpa e livre de fiapos.
• Use álcool isopropílico para essa limpeza. Os produtos indicados no primeiro vídeo são bons mas difíceis de encontrar no Brasil e caros.
• Se você adquiriu seus processadores usados e eles tiverem qualquer resíduo de pasta térmica, remova-a totalmente da mesma maneira que fez com os coolers, só que tomando cuidado para não tocar nos pinos do processador, segurando-o sempre pelas bordas.
• Aplique a pasta térmica exatamente como demostrado no vídeo.
• Ao instalar os processadores, preste atenção na posição da pequena seta em um canto deles e nas pequenas reentrâncias nas laterais. Encaixe os processadores nas bases suavemente, sem forçar. Eles devem estar perfeitamente encaixados antes de você prendê-los com a moldura de metal.
• Ao colocar os coolers no lugar, tenha certeza de que nenhuma sujeira se alojou na base deles depois da aplicação da pasta. Alinhe-os visualmente, com cuidado, antes de encaixá-los sobre os processadores.
• Aperte os parafusos dos coolers da mesma forma cruzada que os retirou, apertando muito levemente no início e repetindo o processo, alternando os parafusos, com aperto ligeiramente maior de cada vez até que estejam totalmente apertados. O procedimento é equivalente ao de apertar os parafusos da roda de um carro.
• Não se esqueça de re-conectar os conectores dos sensores de temperatura.
• Reinstale  as peças restantes como mostra o vídeo. O bloco de ventiladores deve ser encaixado em um pequeno trilho na parte inferior antes de ser empurrado.
• Conecte os cabos de monitores, mouse, teclado, etc. Reconecte o cabo de força.

Agora basta colocar seu computador de volta no lugar, ligá-lo e curtir a nova velocidade. No final do vídeo, o autor mostra uma comparação antes e depois do upgrade para os processadores de 3Ghz.  Como você pode ver, a velocidade praticamente dobrou.

É aconselhável monitorar a temperatura dos processadores, pelo menos nos primeiros dias, utilizando o aplicativo sugerido no vídeo. Se seus processadores excederam a temperatura indicada, você deve repetir os passos de limpeza e instalação da pasta térmica.

Como você viu nos vídeos, o processo é relativamente simples. Mas, se você acha que não possui as habilidades necessárias para executar esse upgrade, contrate um técnico especializado e acompanhe cada passo a seu lado, mostrando o vídeo a ele.

Isso é muito importante, pois a maioria dos técnicos de computadores brasileiros só conhecem PCs, e não Macs. Os procedimentos são parecidos, mas as pequenas diferenças podem transformar uma instalação bem sucedida em um fracasso.

Como você viu, este artigo se limita ao upgrade dos Mac Pro modelos 1,1 e 1,2. Se você possui outro modelo, infelizmente não podemos ajudá-lo.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados

Unindo a performance dos drives SSD com a capacidade de um HD normal de 7200 rpm, o Seagate Momentus XT de 750GB é o drive perfeito para seu laptop. Instalamos um desses drives em um MacBook...
679 68517

Isso mesmo! Você não precisa mais comprar uma placa gráfica original da Apple para poder rodar Final Cut Pro X, Resolve ou Smoke no seu Mac Pro antigo. Nem tente rodar os aplicativos mais recentes em seu...
24 comentários Nesse post
  1. Olá

    Obrigado pelo post deu uma luz…

    Mas me diga uma coisa como ficam as memórias, mudam para 1333 também?
    E outra coisa vc s acharam um 5335 de 3.0 só vi de 2.0.

    abs

    • Olá João, o processador é difícil de achar, mesmo. Tem que ficar procurando. Quanto às memórias, não precisa mudar. Você usa as recomendadas para a sua máquina original.

    • Olá João Paulo. Infelizmente o Mac Pro 1,1 é muito limitado quanto aos upgrades de memória e processadores. Os únicos compatíveis são o x5355 e o x5365. Esse que está anunciado no ML não serve. Aliás, eu não aconselho comprar um Mac Pro 1,1 usado se você trabalha com vídeo. Ele é ótimo para audio, mas para vídeo você vai ficar limitado a 32bits e o Lion como o último sistema operacional compatível. Melhor é procurar um 4,1.

  2. nao encontro os processadores citados no tutorial, pelo mercado livre, so no ebay. mas eu n possuo cartao de credito internacional

    • Olá João Paulo. Como lhe respondi antes, o Mac Pro 1,1 é muito limitado quanto ao tipo de processadores e memória que pode aceitar. Para quem já tem um, vale a pena ficar de olho até aparecer o processador correto. O que acontece, de vez em quando. Mas comprar um pensando nesses upgrades não é uma opção muito boa. Afinal, é um computador com 6 ou 7 anos de idade e as peças compatíveis ficam cada vez mais raras. Por outro lado, se a configuração original atende às suas necessidades, ainda é uma ótima máquina. Mas pense que você ficará restrito a 32bits e, no máximo, Lion.

  3. Olá, parabéns pela matéria! tenho duas dúvidas:

    01 – Meu macpro é um Xeon 4.1 de 2,66mhz. Ele é quadcore, usa apenas um processador. A placa dele suporta dois processadores e um slot está vazio, é isso?

    02 – Posso usar nele os processadores e5430 ou e5345 em pares?

    Obrigado pela ajuda!

    • Bruno, infelizmente o upgrade, no seu caso, é muito mais complicado. Necessita alterar o firmware original e, o mais difícil de tudo, conseguir um outro cooler igual da Apple. Talvez seja mais fácil e barato trocar o seu Mac Pro por outro, usado, com dois processadores.

      • valeu, Paulo! acho que vou trocar a placa de vídeo, aumentar memória e um hd ssd. Dá uma boa sobrevida à máquina.

        • Faça isso, Bruno. A placa de vídeo vai fazer uma diferença enorme. Embora seu Mac Pro só tenha um processador, é um 64 bits que roda todos os aplicativos mais recentes. Você só perderá velocidade em relação a um duplo processador nos renders que usem todos os cores. Fora isso, com uma placa de vídeo nova e um ssd, seu computador será mais rápido que um 4.1 duplo de fábrica.

  4. Caro Paulo, muito boa a matéria, parabéns!!
    tenho um MacPro1,1, 1987, Dual-Core Intel Xeon, 2.66 GHz, 17 gb Ram, RAID Card e etc..
    sempre atendeu minhas necessidades de edição de vídeo e motion graphics, só que agora estou sentindo que a performance esta caindo, não consegui instalar o sistema OSX mavericks, Final Cut X e Motion não roda muito bem e por ai vai… estava pensando em esperar sair o novo mac pro para fazer um grande investimento, porém bem caro, então vi sua matéria e surgiu uma luz para fazer meu velho Mac Pro trabalhar mais algumas temporadas comigo, comprei 2 x Intel Xeon X5365 3.0 GHz 8M L2 Cache 1333MHz FSB LGA771 Quad-Core Processor na Amazon e assim que chegar dos USA vou instalar, gostaria de saber se com isso vou conseguir instalar o sistema OSX mavericks?
    e também agradece-lo desde já,
    muito obrigado

    • Robson, para rodar os aplicativos mais recentes como o FCPX você vai precisar trocar a placa gráfica por uma mais moderna. Temos um artigo aqui que trata do assunto:

      http://www.videoguru.com.br/mac-pro-upgrade-troque-sua-placa-grafica-por-uma-de-pc-e-rode-os-aplicativos-mais-recentes.html

      Como o artigo já tem tempo, as placas gráficas mudaram e a HD5770 já não é a mais indicada – inclusive nem é mais fácil encontrá-la. Se você está rodando o Lion, na versão mais recente, baixe os drivers da nVidia e instale uma GT 640. É uma placa que custa pouco mais de R$ 300,00 e que oferece uma performance adequada para rodar bem os aplicativos mais recentes como o X.

      Quanto ao Mavericks no Mac Pro 1,1, dá pra rodar mas é um processo bem complicado pois exige um programa instalador especial e um boot triplo, além da necessidade de executar comandos especiais, etc. Não é algo que eu recomende a não ser àqueles que entendam muito de OS X, estruturas de HDs, etc. Além disso, o som original do Mac Pro 1,1 pode não funcionar mais. O Lion é mesmo a melhor opção para a sua máquina, já que é estável e não exige nenhuma modificação profunda.

  5. sabe que consegui uma placa identica a da matéria HD5770 , será que ela não roda no Lion?

    Vou seguir seu conselho e não mexer no sistema, acredito que com este up no processador consigo ficar mais um tempinho com meu velho Mac Pro, muito obrigado pelas dicas, abs

  6. Instalei a placa de vídeo HD5770, demora um pouco para ligar, não etm mais a maça do simbolo da Apple mas funciona perfeito… estou aguardando chegar o processador que comprei nos USA, lá o preço é muito diferente não dá para comparar… todas essas mudanças vão deixar meu computador mais rápido eu trabalho com captação e edição de imagens, meus trabalhos estão no site http://www.video-institucional.com , caso tenha disponibilidade dê uma olhada, faço videos de prevenção de acidentes e doenças no trabalho.
    abs

    • Fico feliz que tenha dado certo. É sempre bom ver um velho e fiel Mac Pro ganhando vida nova. Boa sorte com os processadores.

  7. bom dia Paulo, sou o Robson da http://www.video-institucional.com , queria contar que já troquei o processador do meu Mac Pro (2007) idêntico ao do vídeo postado por um Intel Xeon 5365 o quel foi recomendado, custou US$ 147,00 cada na Amazon USA, o computador esta bem mais rápido, estou de olho na temperatura da CPU, esta na média de 40°C, será que esta ok? Com a troca da placa de vídeo que tb fiz consigo rodar o Final Cut X e o Motion tranquilamente.
    Ficou a duvida se consigo achar matéria falando sobre instalação do Mavericks no Mac Pro 1,1 e se vale a pena tentar?
    Gostaria de agradecer as diacas do site http://www.videoguru.com.br os quais foram essenciais e motivacionais para fazer este “up date” onde conseguiram com vocabulário simples mostrar os caminhos os quais me incentivaram e fiz todos os passos com exito.
    Obrigado!!!!

    • Robson, fico muito feliz que tudo tenha dado certo. Quanto ao Mavericks, não dá pra instalar sem praticamente transformar seu Mac em um Hackintosh (é muito complicado) e nem vale a pena porque ele está cheio de bugs. Curta seu sistema atual, que roda tudo e é bem mais estável.

  8. Oi, Paulo, estou na relação destes que possui um velho Mac Pro 1,1 e confesso que nunca tive dificuldades para fazer qualquer tipo de edição de vídeo. Acontece que a Apple por algum motivo não está permitindo que eu faça atualização de software e com isso muita coisa que gostaria de instalar não é possível. Perguntinha básica: fazendo um upgrade desse eu consigo instalar um OSX mais recente?

    • João, até pouco tempo atrás o 1,1 ainda rodava praticamente tudo. Porém, com a migração para 64 bits, tem ficado cada vez mais limitado. Não é questão de placa gráfica, mas sim do kernel dele ser 32 bits embora todo o resto seja 64 bits. A única solução é instalar um sistema operacional mais moderno como se fosse um hackintosh. Ou seja, você utiliza um bootloader que vai passar por cima da inicialização 32 bits e instala o kernel 64 bits. Não é um processo tão difícil, mas sua máquina só será suportada se veio com a placa gráfica 7300GT. Depois da instalação você pode colocar outras placas. Abaixo vai o link sobre o software utilizado:

      http://osxdaily.com/2013/04/20/mlpostfactor-installs-os-x-mountain-lion-old-unsupported-macs/

      E aqui o processo, passo a passo:

      http://forums.macrumors.com/showthread.php?t=1325709

      Como nunca fiz esse processo, não posso garantir se dá certo ou não. Aconselho você ler os comentários do artigo e, mais importante, manter seu HD atual intacto e fazer a instalação em um HD novo. Assim, se não der certo, você não perde nada e continua utilizando seu computador como está no momento.

      • Obrigadíssimo, Paulo. Tão logo tenhaum tempinho vou tentar essa alternativa, pois é uma pena aposentar um computador tão bom.

    • Vicente, a princípio deve funcionar, sim. O 4,1 é bem tolerante quanto às memórias utilizadas.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4860

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5337

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 5971

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...