Home Artigos Ideias O software de edição dos sonhos

O software de edição dos sonhos

Como que virando uma espécie de tradição aqui no blog, uma vez por ano publicamos uma notícia “diferente”. Não uma notícia do mundo real, mas do mundo dos nossos sonhos, meio a la Neil Gaiman em Sandman, ou como Orson Welles, em seu programa de rádio dos anos 1930 com alienígenas invadindo o planeta.

O texto deste ano anunciava o Final Cut Pro Classic, ou Final Cut Pro 8, que seria uma evolução do saudoso Final Cut Pro 7. Era como se a Apple tivesse realmente ouvido os milhares de usuários descontentes com o rumo que seu software de edição tomou e voltasse a desenvolver o clássico.

ScreenCaptureFCPClassic
Nossas notícias de 1º de abril projetam os desejos, nossos e dos leitores, e subitamente, viram realidade, ainda que virtual, nem que seja numa brincadeira de faz-de-conta, cuidadosamente construída para deliciar nossos leitores bem-humorados.

Claro que sabemos que há muitas pessoas que não gostam da brincadeira, talvez porque não possam suportar enfrentar a dureza do mundo concreto, que não realiza nossos sonhos. Mas a gente, ao contrário, acha que esse instante “de mentirinha” torna o mundo concreto mais leve e melhor pra a gente viver.

Uma vez um colega editor leu uma notícia no VideoGuru e perguntou se era verdade mesmo ou se era outra brincadeira. Dissemos pra ele que, fora do 1º de abril, ele pode confiar piamente em todas as notícias que publicamos.

Como sempre, com todo o respeito a todos aos leitores que pensam diferente, com desculpas para quem é de desculpas, com gratidão para quem é de gratidão, pedimos essa licença poética de brincar com a realidade e a ficção, uma vez por ano, no VideoGuru.

Em primeiro de abril do ano passado publicamos uma notícia sobre a Alexa Baby, uma câmera da ARRI para todos os bolsos. E a repercussão foi enorme. Por incrível que pareça, pouco tempo depois a Blackmagic anunciou uma câmera com recursos e preço semelhantes. O sonho/brincadeira acabou tornando-se realidade.

Este ano anunciamos o que é o desejo de muitos – uma versão mais evoluída de um software de edição que não só marcou uma era como também ainda é utilizado diariamente por muitos profissionais mundo afora. Resta torcer para que, mais uma vez, uma surpresa agradável nos aguarde no futuro…

Paulo M. de Andrade
João Velho

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
3 6325

"Como montador, às vezes me identifico com Caronte, o barqueiro de Hades que na mitologia Grega fazia a travessia das almas sobre as águas dos rios que separam o mundo dos vivos do mundo dos mortos." Um de meus diretores favoritos, Alexander Payne,...
6 6440

Quando o Final Cut Pro clássico foi descontinuado para dar lugar ao Final Cut Pro X há coisa de 3 anos atrás, muita gente achou que o compromisso da Apple com o desenvolvimento de computadores e soluções para criação...
32 comentários Nesse post
  1. Eu passo dois anos sendo um usuário enrustido do fcpx, sem contar pra ninguém, e vcs fazem uma brincadeira dessas. Cheguei a acreditar!
    Parabéns, vcs escrevem tão bem que se eu não lesse os comentários e checasse em outros sites ia acreditar!

  2. Se eu não tivesse lembrado da Alexa baby ano passado eu acreditaria! hahahahaha
    O mundo seria mais bonito com um Final Cut Classic, uma Alexa Baby e sem mentiras!
    PS: Post dos sonhos!!!

  3. Daqui a pouco a sisudez-moralizante-politicamente correta vai falar mais alto e vão pipocar comentários negativos sobre este post…

  4. Conversei diretamente com a NAB SHOW e ele desconhecem o artigo publicado pelo site da ” Video Guru. Aqui uma cópia do que foi digitado:

    http://www.videoguru.com.br
    Is this website trustworthy?

    Ashley : Where did you find the link?

    Because it has an article with your name and logo
    it says that Apple is going to come back selling FinalCut Pro Classic 8
    is this true?
    Or is this a April Fools Day prank?

    Ashley : I cant verify this as it in spanish and I don’t speak the language very well. I can say that we offer a two day-certification course for Final Cut Pro X. Here is s link to the PDF.http://www.nabshow.com/2014/pdfs/PPW_FCPX.pdf

    Right, I understand
    I had to learn portuguese
    So you have no information or anything showing that this is true?

    Ashley : You would have to contact Apple to find out if they are selling this. I do not have any information on this.

    Because I work for a tv program here in Brasil and this is something very practical and exactly what I need
    Yeah that makes sense
    I decided to try you huys here because this site has your name and logo along together with this article announcing that FinalCut Pro Classic 8 is coming out
    So I just wanted to know if you guys had any knowledge of this
    Well thank you so much Ashley for your time and help

    Ashley : Sure thing. If you need anything else let me know.

    Yes mam, will do

    Ashley : Ok have a great day!

    Thank you! You too as well! God bless

  5. Hoje também me assutei quando o pessoal da IfixIt anuncio a compra da empresa pela Apple e assim o fim dos manuais e procedimentos maravilhosos para reparo de equipamentos Apple e outros. No Fim do dia, a brincadeira, veio com o link abaixo onde foi possível compreender o que pensa essa turma sobre o assunto. E achei a brincadeira maravilhosa.

    Espero o mesmo do Videoguru.

    http://ifixit.org/products?utm_medium=email&utm_campaign=April+Fools+Followup&utm_content=April+Fools+Followup+CID_8beb139649b4260fe1fd93f6827387ed&utm_source=CampaignMonitor&utm_term=We%20certainly%20think%20so

  6. Gosto do FC pra algumas coisas, porém, acho um pouco semi-profissional. Essa última versão deixou muito à desejar e para que venha uma puta versão do software a versão anterior teria que ser muito foda.

  7. Nossa cai da cadeira agora, ontem li a notícia e fiquei super empolgado nem me liguei que era 1 de Abril, KKKKK mais quem sabe isso venha a se tornar realidade!

  8. Amigos, já faz tempo que a Apple se tonou uma griffe bonitinha focada exclusivamente no amplo mercado consumidor e não mais em nichos profissionais. O rumo do Final Cut é um bom exemplo disso. Conselho: desapeguem-se! A maçã de hoje é apenas a nostalgia do profissional de ontem. Existem outros softwares que seguem algo próximo do que seria o Final Cut 8 se esse tivesse acontecido, como é o caso do Premiere CC.

  9. Esse é um tema contraditório, Antonio. Porque a Apple lançaria o novo Mac Pro se não quisesse mais nada com os nichos profissionais? No meu modo de ver, a Apple não abandonou, mas está vendo o mercado profissional com outros olhos, percebendo outras oportunidades que os novos tempos estão trazendo.

    • Entendo João. Do modo como me coloquei talvez não deixe espaço para outros poréns que de fato existem (ainda). Como muitos por aqui fui um grande admirador da empresa, principalmente devido às soluções para edição de vídeo. Afinal, o Final Cut Pro foi a melhor opção custo benefício – possuir uma solução Avid em casa sempre foi inviável para a maior parte dos editores. Como Final Cut só roda em macs, fazia todo sentido. Mas hoje me pergunto: por que investir em equipamentos Apple voltados para profissionais, como o citado novo Mac Pro? São maquinas pelas quais se paga muito pelo design, enquanto seu conteúdo é o mesmo de qualquer pc mais potente: Intel, ATI, kingston, Acer e derivados. Então, do ponto de vista do editor, por que faria isso? Apenas para rodar o Final Cut X? Não me parece um bom negócio. Nesse sentido, falei em desapego. Talvez a sempre visionária Apple prefira atender a um novo conceito de “profissionais” que já estão aí e são bem mais lucrativos. Entusiastas em editar, fotografar, compor, mas que não fazem disso seu ganha-pão. Se essa previsão se comprovar, asseguro que o próprio Mac Pro estará com os dias contados. Iphones sim, cada vez mais. Tecnologia pra se vestir é o futuro. E por que não, final cut X para Ipad? Quem determina os rumos da Apple contemporânea é o desejo do grande mercado consumidor.

      • Antonio, esse novo conceito expandido do “profissional criativo” que eu acho que a Apple está vislumbrando nessa área, representa um grande contingente de pessoas que fazem do video digital o seu ganha pão, sim. Só que, eventualmente, misturado com outras funções, por exemplo. O audiovisual, como campo profissional, não é de hoje, não cabe mais apenas no cinema e na televisão. Esse é o ponto. Por isso a Apple criou o Final Cut Pro X.

        Mas, veja, a Apple visa um target mais largo, e não a exclusão de nenhum tipo de profissional com o novo programa, e ela está trabalhando firme para corrigir esse equivoco inicial no desenvolvimento e no lançamento do FCPX. E te digo mais, acredito que ele será o programa que vai dividir a maior fatia do mercado de vídeo com o Premiere Pro. O Media Composer, provavelmente, a não ser que algo muito radical ocorra, se tornará um programa de nicho, junto com outros aplicativos menos importantes.

        Quanto ao Mac Pro ser caro, bem, aí temos que ver a realidade brasileira, que é de imposto alto. Lá fora, o preço fica mais ou menos emparelhado com outros modelos de grife de máquinas PC. Máquinas customizadas sempre saem mais em conta, claro. Mas, até mesmo nesse aspecto, a Apple ganha, porque tem o melhor sistema operacional, integrado com todos os seus gadgets iOS. Se fosse o caso de ter uma máquina customizada, eu preferiria um hackintosh, por exemplo. Praticamente o único programa importante de computação gráfica e vídeo digital que não roda no Mac OS é o 3D Max. Quase todos os outros rodam, e bem melhor.

        E a Apple tem sim, não há como negar, uma relação cada vez mais profunda com o grande mercado consumidor, mas isso não é necessariamente incompatível com o mercado profissional em seus vários níveis. Máquina cara tem boa margem de lucro. E é parte importante o DNA da Apple atender a profissões da ciência e arte, isso retro-alimenta a empresa como um todo, sedimenta e dá liga à sua imagem de máquina dos artistas, uma aura “cool” que não apenas reveste a empresa mas permeia o estilo e a identidade de seus produtos.

        O Mac Pro, ao contrário do que você está prevendo, parece estar tendo um baita sucesso, com falta de máquina pra entregar e resenhas super positivas. Eu gostaria de ter um. Que sabe, terei, mais cedo do que imagino. Agora, tem outra, estamos falando de Mac Pro, mas não podemos esquecer que os MacBook e os iMac nunca estiveram tão prontos para atender demandas de profissionais criativos, inclusive de vídeo digital.

        Mas, enfim, não sou contra ninguém trabalhar em PC. Eu prefiro Mac, e até hoje tive condições. Não podemos esquecer que são apenas ferramentas. Queremos a melhor pra nós, e cada um faz a sua escolha. Pra minha sorte, a plataforma Apple tem me servido bem, e espero que continue assim.

        • Ótimo João, espero mesmo que a sua perspectiva seja a mais acertada, até mesmo porque desenvolvi uma certa alergia com Windows. Permaneço aqui no meu Mac Pro 2008 firme e forte, só não tenho certeza até quando. Devido a essa crise de perspectiva desencadeada pelo lançamento do Final Cut X, migrei para o Premiere CC e não posso reclamar. Fica assim apenas a sugestão para a VideoGuru dar mais atenção a esse software em seus posts.

          • Sim, Antonio. Isso já está acontecendo. Nós também acreditamos no potencial do Premiere Pro CC e até temos um colaborador usuário do programa, o Daniel Couto. E eu mesmo estou ensinando o software na ESPM. Então, pode ficar certo de que a suite Adobe para vídeo digital terá sempre e cada vez mais destaque no VideoGuru.

          • eu também comecei a estudar o Premiere CC e confesso que estou ficando entusiasmado. Nao me aprofundei ainda no FCPX e pretendo fazer isso logo, mas o novo MacPro é impressionante, vide a matéria aqui mesmo “Adobe mostra as suas novidades para a NAB 2014”

  10. Rhgsdtijgdtgcvjg@&(466!!!!!
    Miseráveis!!!
    Kkkkkkkj
    Eu acreditei, vibrei e depois… Jgtyfhguch!!!!
    Rsrsrsrs

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5068

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5525

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6180

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...