Home Tutoriais Final Cut Pro X Novos recursos de edição de áudio no Final Cut Pro X 10.0.6

Novos recursos de edição de áudio no Final Cut Pro X 10.0.6

Finalmente a Apple investiu em melhorias significativas nos recursos de edição de áudio do Final Cut Pro X. E, uma vez mais, surpreendeu com soluções simples, elegantes e poderosas.

Agora, o usuário pode expandir multiplos canais de audio de um clipe tanto na timeline como no Inspector. Cada canal pode ser editado, cortado, ter seu nível de volume ajustado, e ser desabilitado por inteiro ou em partes.

O conceito de trilhas, aos poucos, vai sendo completamente substituído, sem deixar saudades.

As implicações são várias, e aumentam bastante as possibilidades de edição de áudio, como, por exemplo, em cenas de diálogo. É o que nos mostra Steve Martin no primeiro tutorial em vídeo desse post, sempre acompanhado de Mark Spencer, em novo episódio do Macbreak Studio.

Mas os beneficios dos novos recursos não param aí. Eles também afetaram a edição multicamera para melhor.

A nova versão permite não apenas trabalhar com os componentes de audio em clipes multicam, como também possibilita ajustar mais de um canal de áudio para soar simultaneamente ao longo de uma edição, independentemente dos cortes de um angulo para outro.

Você vai poder acompanhar uma demonstração desses novos recursos no segundo tutorial em vídeo da série MacBreak Studio desse post, dessa vez conduzido por Mark Spencer, com a participação de Steve.

Em relação ao audio, praticamente só ficou faltando um modo de visualização da timeline por “roles”, juntamente com um mixer multitrack. Aí o ambiente para finalização de áudio fica completo no FCPX. Vamos aguardar o próximo update da Apple. Quem sabe, já vem com ele?

Mais videos do Macbreak Studio podem ser acessados nas nossas categorias de tutoriais do FCPX e do Motion. Para assistir pacotes pagos de treinamento da dupla de instrutores Steve e Mark, acesse o site da Ripple Training.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados

A versão 10.1 do Final Cut Pro X mudou completamente a estrutura de organização de arquivos do programa. Isso significa que a forma de trabalhar se modificou em vários aspectos para os quais você precisa estar atento. E para ajudar...

Tanto a Range Tool como o Shape Masks podem ser consideradas ferramentas super úteis, que todo mundo conhece e sabe para que serve, mas nem sempre sabe como tirar o melhor proveito delas. Nesse caso, nada como um guru...
4 comentários Nesse post
  1. Olá, boa noite.

    Acompanho diariamente o conteúdo do seu site, o melhor que conheço na cobertura do FCP X. Parabéns pela qualidade da informação.

    Estou com uma dúvida, na verdade um problema na importação de vídeo. Quando vou importar arquivos em sua estrutura de pastas originais das DSLRs, ele me renomeia todos os arquivos para uma sequência de tempo, não consigo manter os nomes originais dos arquivos. Isso está me atrapalhando muito aqui. Se tiver uma solução ou um link onde possa resolver isso, te agradeço imensamente.

    Desde já, muito obrigado pela atenção.

    • Porque você não trabalha com os arquivos em modo de “alias”, num drive externo, por exemplo? Nesse caso, o nome do arquivo original continua inalterado no alias.

  2. Olá João,

    Videoguru é referência para mim e tenho o indicado para meus alunos! VMe tornei usuário e defensor do FCP X. É incrível. Venho lhe pedir uma ajuda. Estou realizando uma edição com multicam, com arquivos da FS100 (24p/1080p), Canon T3i (24/1080), Iphone 4 e Gopro Hero 2. Tudo vai bem, contudo, há uma ralentação, quando toco a timeline e faço os cortes em curso. isso pode ter alguma relação com frame rates?

    Desde já grato, fraternalmente,

    Guto

    • Olá Guto,
      Desculpa a demora na resposta. É claro que o uso de clipes com cadências diferentes numa mesma timeline vai fazer com que o FCPX exija mais processamento da sua máquina. Um boa idéia pode ser o uso de programas de conversão de cadências antes da edição começar. Existem alguns excelentes que são até gratuitos, como o JES Deinterlacer (dica do Paulo). E não esqueça que o projeto é configurado com uma cadência própria a partir da criação do projeto e seguindo as características do primeiro clipe editado. Todos os clipes têm de ser convertidos para a cadência que valerá para o projeto.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5076

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5534

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6191

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...