Home Notícias Outros O que muda com o novo iPad 3

O que muda com o novo iPad 3

O iPad 3 acaba de ser lançado pela Apple. De que maneiras ele pode afetar as atividades dos profissionais de vídeo, cinema e TV?

Agora temos um iPad com uma conexão mais veloz com a internet, um processador bem mais rápido, uma camera melhor e, principalmente, com uma tela com muito mais resolução. Vamos às especificações mais importantes do dispositivo:

– Imagem com resolução 2048×1536 pixes a 264 ppi (pixels por polegada), o que significa que alcançou o status de “Retina Display”, cunhado pela Apple para definir um certo nível de resolução de pixel comparável ao máximo de quantidade de detalhe que a retina humana pode perceber;

– Processador de dois núcleos Apple A5X, de alta-performance, com unidade de processamento gráfico de quatro núcleos;

– Camera 5 Megapixels com gravação de vídeo em 1080p;

– Tecnologia wireless 4G LTE para conexões utra-rápidas com a internet.

A nova câmera, basicamente a mesma do iPhone 4s, com captação de video em 1080p, permitirá avançar no uso do iPad para registros capazes de serem canalizados para alguns tipos de aplicações  profissionais.

Aliado ao novo iMovie ou ao Avid Studio, programa de edição para iPad lançado recentemente pela Avid, pode-se projetar, por exemplo, situações de produção de reportagem, em que a matéria é gravada e editada no dispositivo, e transmitida a partir dele, via wireless, para uma emissora de TV ou para um website de notícias.

Mas o que realmente pode fazer a diferença para muitos profissionais de video digital é a incrível nova resolução de tela do iPad 3, capaz de exibir video HD em resolução cheia e até mesmo video 2K. A densidade de pixel da tela do dispositivo simplesmente não tem paralelo em telas de 10 polegadas.

Isso significa que o novo iPad pode caminhar para se tornar uma plataforma de alta qualidade para exibição de trabalhos e até mesmo monitoração. Por exemplo, portfolios, testes e rough cuts teriam condições, com essa nova configuração, de serem mostrados para clientes sem prejudicar a imagem.

Utilizando produtos como o Teradek Cube, que transmite sinais de vídeo via wireless, inclusive para dispositivos como o iPad, dá para imaginar diretores, produtores e clientes se beneficiando de monitoração HD em tempo real de tudo que está sendo filmado em plena locação.

Teradek Cube 

Essas aplicações talvez sejam apenas o começo de um conjunto bem maior de possibilidades para o iPad 3 ocupar lugar de destaque em fluxos de trabalho típicos da produção e pós-produção de vídeo digital. Isso sem falar na integração com os novos iTunes e Apple TV, que o credenciam como dispositivo de exibição de conteúdo audiovisual para mercados de entretenimento com imenso potencial.

 

 

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 2178

Conforme prometido pela empresa no início do ano, a Avid anunciou em comunicado oficial uma programação para regularizar a prestação de contas de seus demonstrativos financeiros referentes à anos fiscais passados. A não entrega desses relatórios financeiros foi o que...
0 1969

O modelo tradicional de negócios dos grandes fabricantes de equipamento broadcast parece não funcionar mais nos tempos modernos. E, por isso, muitos deles correm sério risco de fechar as portas ou serem comprados por outras empresas. O que, aliás, já...

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5068

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5525

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6180

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...