Home Artigos Outros Primeiras impressões da IBC 2013 – Parte 2

Primeiras impressões da IBC 2013 – Parte 2

Não são só as grandes firmas que tornam uma feira como a IBC interessante. Os pequenos fabricantes também surpreendem com novidades e produtos bem práticos.

É o caso da MTF, uma empresa inglesa que fornece diversos adaptadores de lentes. Um dos mais interessantes é o 2/3″ B4 Optical Adaptor, que possibilita o uso de lentes zoom de câmeras broadcast em diversas câmeras como as HDSLRs Canon (com sensor crop) e C300, Sony FS100 e F3, e Blackmagic EF.

Testamos a versão EF com a nossa Blackmagic Cinema Camera, na própria feira, e o resultado foi ótimo. A grande vantagem é que essas lentes zoom utilizadas em câmeras broadcast são de altíssima qualidade e chegavam a custar até US$ 30 mil cada. São lentes claras, com zooms de até 18x que vão desde uma grande angular retilínea até uma tele sem variação de abertura ou foco, e ainda contam com motores para tornar o movimento mais suave. Além disso, foram fabricadas para aguentar a pauleira diária de produção, sendo praticamente indestrutíveis.

MTF_B4_BMCCA BMCC com uma lente Zoom HD Canon.

Com a chegada das câmeras de cinematografia digital e das HDSLRs, existe um número enorme dessas lentes fantásticas, geralmente de fabricantes como Fujinon, Canon e Angenieux, disponíveis no mercado de usadas com preços excelentes. Uma rápida busca na internet revelou preços que variam de R$ 500 até R$ 2.800 (para uma Fujinon top com Zoom de 18x mais duplicador).

A única desvantagem é que há uma perda de 2.5 stops em decorrência do uso do elemento ótico do adaptador e da necessidade de usar lentes B4 com duplicadores ativados (para não causar vinhetas). Mas a qualidade das lentes, a versatilidade e o preço mais do que compensam esse pequeno inconveniente, ainda mais que a maioria das lentes zoom broadcast têm aberturas grandes como 1.4.

A MTF fabrica uma variedade enorme de adaptadores. Para maiores informações, acesse o site clicando aqui.

Outro produto muito interessante é o NextoDI Video Storage, de um fabricante coreano. Trata-se de um pequeno dispositivo,  pouco maior que uma bateria do tipo V-Mount, que é capaz de transferir, por conta própria, arquivos de imagem de uma grande variedade de cartões de memória (de câmeras diferentes) para um HD interno.

A versatilidade é enorme, pois além de suportar diversos formatos, a transferência é muito mais rápida que a normalmente feita para um computador.  Testamos na feira a transferência de um cartão CF inteiro de 32GB em aproximadamente 7 minutos para dois drives. Além de armazenar o material, o dispositivo tem um pequeno monitor que permite revisar os vídeos para ter certeza de que estão íntegros antes de liberar o cartão de memória. E é possível já ir eliminando as tomadas ruins.

NextoDI

O que um dispositivo desse significa é que não é mais necessário carregar um laptop com leitores de cartões diversos e HDs externos para o set. O dispositivo cabe no bolso (desde que seja um bolso grande) e é muito prático. Existe até a opção de usar um HD externo normal para um backup duplo para segurança total caso um dos HDs dê problemas. Terminada a filmagem, o dispositivo pode ser ligado ao computador de edição via Firewire 800, eSATA (ou USB 3.0) e USB 2.0.

Os tipos de cartões suportados incluem SxS PRO, P2, Micro P2, CF e SD (incluindo SDHC e outras variações). Sistemas de arquivo suportados incluiem FAT32, UDF, exFAT e HFS+. CODECs suportados incluem XAVC 2K/4K, MPEG2, AVC-Intra, ProRes, DNxHD, RED e DV/DVCPRO HD. Os vídeos podem ser em Quicktime, avi, mxf mp4 e mts.

O dispositivo também pode incluir função WiFi na versão mais cara, possibilitando visualizar audio e vídeo em um iPad e edição simples através do mesmo. Preços variam de US$ 1.499 com um HD normal de 750GB até US$ 3.000 com um SSD de 512GB. Para maiores informações, acesse o site do fabricante aqui.

O que deixou os participantes da feira realmente tontos foi a quantidade de equipamentos de suporte para câmeras. Dentre os inúmeros fabricantes, dois chamaram nossa atenção. Principalmente no que que diz respeito aos rigs. O primeiro nos impressionou bastante pela alta qualidade dos equipamentos e pela variedade de opções. Trata-se da DENZ, uma empresa alemã de Munique especializada na produção de equipamentos cinematográficos.

Denz-BM_Shoulder-1020x680(Clique na imagem para aumentá-la)

A senhora que representava a companhia na feira não conseguia esconder o orgulho que tinha pelos produtos. E não é para menos. São fabricados com toda a tecnologia e o cuidado com o acabamento que tornaram os alemães famosos. Não é à toa que a empresa compartilha o DNA cinematográfico com outras alemãs como a ARRI e a ZEISS. Chegou até a ganhar um Oscar de tecnologia em 1996.

São muitos produtos para cobrir aqui, mas um dos que mais nos chamou atenção foi o rig para as Blackmagic Cinema Camera (BMCC) e Blackmagic Production Camera 4K (BMPC) EF com adaptador para lentes PL incorporado. Com esse rig, é possível utilizar uma série de lentes PL de cinema nas Blackmagic EF, um feito que muitos julgavam possível apenas no modelo MFT da BMCC. Não bastasse isso, o rig é desenhado para que o peso das lentes (muitas são enormes) não force o bocal da câmera e sim fique apoiado diretamente no rig, onde o adaptador PL é fixado. O acabamento é realmente fora de série, utilizando componentes da mais alta qualidade.

Denz-Support-Kit-for-Blackmagic-Production-Camera-301.0584-1020x680

DENZ Rig com adaptador de lentes PL para as câmeras Blackmagic com bocal EF.

Como pode-se ver na imagem acima, o rig é cheio de detalhes como roscas de diâmetros diferentes rodeando a câmera para a montagem de diversos acessórios. O fabricante disponibiliza luxuosos punhos de madeira, follow focus, descanso para ombro articulado e muito mais. Quem deseja levar a produção cinematográfica digital a sério e gosta do que há de melhor não deve deixar de visitar o site da DENZ, que pode ser acessado aqui.

A outra empresa que merece ser mencionada é a Wooden Camera. Esse fabricante americano também oferece componentes de alta qualidade, porém em uma faixa de preço bem mais acessível. Além dos rigs e seus acessórios para câmeras como as Sony FS700 e F55/5, Canon C100 a C500, HDSLRs, RED Scarlet e Epic e Blackmagic (incluindo BMCC, Pocket e 4K), o fabricante oferece soluções bem práticas como a A-Box.

WoodenCameraBMCCRig Wooden Camera para as BMCC e BMPC, com mount de bateria e A-Box.

O A-BOX é um adaptador muito útil, pois converte os plugs de áudio do tipo banana (1/4″) balanceados da câmera em conectores do tipo Canon (XLR), que é o padrão utilizado pelos microfones profissionais de produção. Fica firmemente montado no próprio rig, eliminando a necessidade frequente de manipular os conectores da própria câmera e facilitando a conexão e desconexão de microfones e mixers.

Outro acessório fantástico oferecido por eles é o C-Box, um distribuidor de sinal HD-SDI com uma entrada e quatro saídas. Com conexão de energia para os sistemas de baterias profissionais mais populares, o C-Box permite que o sinal de monitoração da câmera seja enviado simultaneamente para diversos monitores e/ou gravadores externos de vídeo.

A Wooden Camera vem ganhando muitos adeptos pois oferece um custo/benefício bem elevado em seus equipamentos de suporte para câmeras. São peças muito bem feitas, com durabilidade e uma engenharia muito boa por trás. Para ver a linha de acessórios que o fabricante oferece, clique aqui.

Para finalizar, vale mencionar um fabricante que está crescendo muito no mercado e que também oferece produtos de alta qualidade a um preço bem acessível. O que é essencial nesse mercado que agora tem câmeras profissionais de altíssima qualidade por apenas poucos milhares de dólares.

Há algum tempo anunciamos aqui no Videoguru a linha de lentes da série Cinema da Rokinon. São lentes muito baratas e com excelente qualidade que ganharam o gosto dos cineastas independentes e que vêm sendo muito utilizadas em produções de curtas a longas. Acontece que a Rokinon é uma das marcas da Samyang, empresa coreana que vende as mesmas lentes com marcas diferentes.

Embora muita gente só tenha ouvido falar dela agora, a empresa existe desde 1972. Não é de espantar, portanto, que suas lentes tenham tanta qualidade. São muitos anos de experiência. E a empresa teve a excelente idéia de oferecer uma alternativa às lentes Compact Prime da ZEISS, inclusive oferecendo maletas de lentes semelhantes, só que para uma faixa de mercado que não tinha como adquirir as lentes alemãs.

Samyang_Cine16

A nova Samyang V-DSLR 16mm T2.2.

Chamadas agora de V-DSLRs, as lentes da linha Cinema da Samyang incluem engrenagens para uso de follow focus e controle de diafragma, abertura calibrada em T-Stops e controles totalmente manuais. Seus anéis de diafragma apresentam movimento contínuo, sem os tradicionais cliques da lentes fotográficas – o que possibilita transições suaves nos ajustes de luminosidade.

Nós já experimentamos diversas dessas lentes e podemos confirmar que são realmente excelentes. Recentemente adquirimos uma 8mm para a nossa BMCC e estamos encantados com a definição, cores, contraste, luminosidade e textura da lente. Portanto, recomendamos com confiança para aqueles que desejam um jogo de lentes de qualidade a um preço bem razoável.

Na IBC tivemos a oportunidade ver de perto a nova Samyang 16mm T2.2 para sensores crop (APS-C), que veio preencher o espaço entre a 14mm e a 24mm. Com um diafragma de 8 lâminas, ela oferece um desfoque (bokeh) bem agradável, além de ser uma lente bem luminosa. Com a linha cada vez mais completa, com modelos de 8mm, 14mm, 16mm, 24mm, 35mm e 85mm, falta agora a tão esperada 50mm e, quem sabe, uma 135mm.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
8 4141

A Blackmagic Design, guardadas as proporções, está fazendo uma revolução muito semelhante à que a Apple operou na computação de uso pessoal, e Grant Petty, fundador e CEO da Blackmagic Design, aos poucos vai se consagrando como uma espécie de "Steve Jobs"...
30 16251

Um dos problemas que enfrentamos como profissionais do audiovisual, no Brasil, é a falta de oferta de ferramentas de trabalho para venda, especialmente porque quase 100% delas são de fabricação estrangeira. É difícil de achar, ainda mais para pronta...
26 comentários Nesse post
  1. olá antes de mais nada parabéns pelo belo trabalho que faz, muita informação boa.

    vi sobre a black magic,vi que já esta usando uma, Blackmagic Cinema Camera a sua é de 2,5 k? você acha uma boa ter uma dessas ou uma 4k? Tem algum ponto que não gostou dela? E sobre a 4k a principal diferença dela para a 4k qual é?

    • Leonardo, a minha é a de 2.5K. Preferi ela por alguns motivos. Se você já leu meus artigos sobre 4K deve saber minha opinião sobre esse formato. Daí, na prática, a diferença é simplesmente de arquivos maiores para 4K e necessidade de mais conversões, já que os cinemas exibem em 2K e a TV em 1080p. Sem contar as outras razões. A 2.5 K tem um stop a mais de latitude que a 4K, seus problemas iniciais foram sanados e tudo indica que ela tenha mais definição (não confundir com resolução). As vantagens da 4K são obturador global e sensor padrão Super 35. Se bem que esse último não é bem uma vantagem e sim uma diferença, já que o tamanho do sensor passa a ser irrelevante quando se usa as lentes certas. E não estou tendo problema algum com grandes angulares, o que é um medo frequente de quem vem de HDSLRs. Também não tenho problema algum em controlar a profundidade de campo.

      Estou adorando a câmera. Ela me surpreendeu até com pouca luz, coisa que eu realmente não esperava. Mas a latitude é tão grande que ela reproduz todas as sombras com detalhes e com muito pouco ruído. O fato de filmar em RAW ou ProRes 422 HQ acaba com os defeitos de compressão e espaço limitado de cores. E também não há limite de tempo de filmagem, como nas HDSLRs. O que é fantástico para eventos. O uso de SSDs como armazenamento também é genial, pois basta espetá-los em um dock rápido e sair usando ou transferindo o material em alta velocidade.

      O que ela tem de fraco? Bem, a falta de medidores de nível de audio incomoda, embora eu prefira sempre usar um gravador externo. Mas é fácil distorcer o som guia se a gente não monitora com fones e isso atrapalha na hora do sync com o audio externo. Também sinto falta de marcas de crop de formatos diferentes, como 2:35 e 4:3 (para safe de TV). São coisas que podem ser resolvidas em um dos próximos firmwares.

      Em breve estarei postando uma resenha da câmera, com todos os detalhes.

    • Não, só a 4K. Até agora não testei o nível de rolling shutter. Mas, pelo menos por enquanto, não tem me incomodado.

  2. Uso lentes da Canon série L ( uma 50mm 1.2/ uma 24 70 2.8/ uma 14mm 2.8/ uma 70 200 2.8/ uma 100mm 2.8 macro / uma 35mm rokinon 1.4) com essas lentes que você disse em cima sobre usar as lentes certas . Pedi uma dessa 2,5k p min hj muito obrigado por tudo . Estou louco para ver seu material sobre ela .

    • Leonardo, a maioria das lentes Canon L funciona muito bem com a BMCC. Você vai adorar a câmera. Parabéns pela compra.

  3. Ola sobre Acessórios, um monitor de vídeo, usava o zacuto para monitorar nas 5d mas ele só tem hdmi, existe alguma placa que faz a conversão para conectar na black ?
    Se não existe o que recomenda?

    • Sim, existem vários conversores de SDI para HDMI. A própria Blackmagic vende um, que funciona com baterias. A Aja também vende. E tem ainda um conversor chinês que você encontra no eBay por US$50. Ele funciona bem, mas precisa de uma bateria externa de 12 volts. Ele só vem com adaptador de AC.

    • É desses mesmo que eu falei. Funcionam. Claro que um monitor como o Ikan D5 seria bem melhor. A qualidade da tela é fantástica e ele aceita SDI e HDMI. Mas aí o investimento é bem maior.

  4. HJ chegou a minha black magic cinema. muito feliz e muito obrigado por tudo.Chegou tb o davinci resolve 9 mas nao instala devido a atualização do sistema da apple. ESTOU CURIOSO E ANSIOSO PARA TRABALHAR COM OS DOIS

  5. Ola a black chegou no mesmo momento que tinha atualizado a versao da apple Mavericks, com isso nao consigo abrir os videos da black ( estou louco para ver isso ) e com isso nem o davince resolve 9 que veio com a camera instala. Vc esta passando por isso? tem alguma dica ?

    • Leonardo, como regra eu nunca atualizo nenhum computador meu para uma versão X.0.0 de um sistema operacional novo, porque geralmente ele vem com diversos bugs. Meu conselho é voltar para o Mountain Lion e esperar, pelo menos, a versão 10.9.1 para atualizar. Pessoalmente acho que só vou atualizar na 10.0.2, pois aí tenho certeza absoluta que os bugs já foram resolvidos. Esses problemas que você está experimentando estão acontecendo com muita gente.

  6. Ola mais uma vez precisando de sua ajuda. Sobre o davince instalei o 10 e esta ok mas ainda não consigo ver a black magic, esse e mesmo o processo de captura das cenas que vc usa? Liga via thunderbolt e ai liga a câmera e já reconhece e isso? A

    • Leonardo, não há necessidade da captura, pois o material é lido diretamente dos arquivos. O Thunderbolt também não serve para transferir vídeos. Isso é feito colocando o drive SSD em um dock eSata ou USB 3.0. Você transfere para seu HD de trabalho e carrega no Resolve diretamente dele pelo módulo Media.

      Sugiro que você dê uma lida no manual do Resolve, pois ele é excelente e vai te ajudar a dominar o programa bem mais rápido.

  7. obrigado logo depois fiz isso com um doc que já tinha thunderbolt e fiz uma gravação com ela, estou muito feliz com o resultado vou gravar algumas coisas e te mando o link. mais uma vez muito obrigado

  8. ola Paulo tenho gravado com a bmcc e cada dia mais feliz com o resultado, aprendendo muita coisa com ela, depois te mando uns links.
    Preciso de umas dicas preciso investir em um monitor para usar ela SDI qual indica? e sobre uma lente grande angular melhor uma tokina 11 16? ou uma rokinon cinema 8mm? ou ate essa 16mm? qual seria a melhor??

    • Leo, eu recomendo o Ikan D5. Tenho um e ele é excelente. Eu ajustei ele para ficar o mais próximo possível da monitoração da minha ilha de correção de cor, o que dá uma referência muito superior ao monitor da câmera. Além disso ele tem um color peaking bem melhor para ajustar o foco e também trem cores falsas para medir a exposição.

      Quanto à lente, a Tokina é a que eu recomendo. É uma lente excelente e não distorce a imagem como a 8mm.

  9. mais uma vez muito obrigado seria esse??

    http://www.amazon.com/Ikan-D5-ND5-N-Camera-Field-Monitor/dp/B00DL4BHHW/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1392248696&sr=8-1&keywords=Ikan+D5

    e muito obrigado sobre a lente .. Estou atrás tb de frenel, tenho dois painel de led de 900 leds e gosto deles. agora o fresnel da china de led estou procurando mais informaçøes estou pesquisando sobre esses..mas com medo de investir errado

    http://www.ebay.com/itm/2X-1500W-LED-Color-Temp-Studio-Fresnel-Tungsten-Light-photo-video-S148-/290950101489?pt=LH_DefaultDomain_0&hash=item43bdfa39f1

    • Leo, o monitor é esse mesmo.

      Quanto ao fresnel, se eu fosse você eu pesquisava bem antes de comprar. À primeira vista parece ser interessante, mas já tive muitos problemas com LEDs chineses, como picos em determinadas faixas de cor e interferências causadas por alterações na frequência. Aliás, se você olhar bem a foto, não dá pra ver nenhuma lente fresnel, que tem círculos concêntricos desenhados para dispersar melhor a luz.

  10. Ola Paulo como esta a experiência com BMCC? Estou gostando muito dela , quanto as lentes o que indica? vi na foto uma lente Zoom HD Canon, usa ela? achei umas parecidas no ebay e estou interessado em comprar, e tb uma Samyang 16mm T2.2, uma 24 uma 35 o que me diz essas? sobre a íris automática , ja tenho umas lentes L canon na bmcc as vezes precisaria mudar isso e nao consigo alguma dica? e muito obrigado

    http://www.ebay.com/itm/Canon-15x-8-120mm-f-1-7-Zoom-Lens-for-Panasonic-AF100-GH2-GH3-GH4-BMCC-B3-B4-/171266457137?pt=Camera_Lenses&hash=item27e046be31

    • Leonardo, estou gostando muito da BMCC, também. Nada chega perto dela nem por 10x o preço. A lente Canon de TV HD eu usei na IBC para testar. Eu acho que ela perde em relação a uma boa lente prime ou uma zoom para stills. Mas é uma boa opção para quem já tem uma lente dessas, para quem deseja uma Zoom elétrica suave (principalmente para eventos ou documentários) ou se você encontar uma barato. Lembre-se que vai precisar de um adaptador e que vi perder luminosidade pois a tente precisa estar com o duplicador ativado senão vinheta.

      As Samyang/Rokinon oferecem um custo/benefício fantástico. Pode comprar que você vai gostar.

      Nem todas as lentes L funcionam perfeitamente com a BMCC. No site da Blackmagic tem uma lista das compatíveis.

  11. Paulo, como vai?
    Sua opinião sobre as lentes broadcast (B4) é favorável em uma 60D?
    Ví alguns reviews e as imagens não me pareceram muito bacanas (talvez seja a lente ou adaptador utilizados), smooth corner, sharpenless, aberração, e uma perda de definição brutal nas aberturas mais rápidas. Tenho realmente muita vontade de comprar uma lente bacana de broadcast, pois resolve TUDO com zoom potente e abertura limiar… Eu lí que as lentes de broadcast mais antigas não atingem padrões de definição para HD (posso estar falando besteira) mas se uma Super Takumar de 1965 atinge uma definição excelente estas de broadcast 80/90 também deveriam alcançar um padrão muito bom. Heeelp! Rsrsrssr

    • Alek,

      Eu não recomendo as B4 para a 60D por causa do tamanho do sensor. Elas foram projetadas para cobrir um sensor bem menor.

      As lentes broadcast mais antigas, topo de linha, podem atingir a definição para HD, sim. Eram lentes excelentes, que custavam de US$ 12 mil para cima. As lentes “kit” que vinham com as câmeras mais baratas, por outro lado, não. Não é uma questão das lentes serem ruins. É que foram projetadas para um sensor pequeno e tinham muitos elementos para possibilitar uma abertura grande constante em qualquer lugar do zoom. Quando você coloca em um sensor maior, mesmo usando o duplicador (que rouba mais qualidade e luminosidade), passa a utilizar partes da lente que não foram projetadas para uso devido à circunferência reduzida.

      Melhor você tentar achar uma zoom antiga de cinema 35mm. Se você der sorte de achar uma por um bom preço, e um adaptador, aí sim obterá uma qualidade fantástica.

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4810

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5300

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 5923

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...