Home Artigos Software Render Track – quem avisa amigo é

Render Track – quem avisa amigo é

O app Render Track faz apenas isso. Te dar a boa notícia de que os “os seus renders acabaram!” 😉

Tem certos renders enjoados, que mesmo hoje em dia demoram bastante, e que o software da vez nunca acerta direito a previsão do tempo que vai durar. Aí você acaba tendo que ficar por ali, checando a progressão do render toda hora, e não consegue se dedicar a outra coisa direito.

Isso acontece muito com o pessoal de efeitos especiais, motion graphics, encoding e, principalmente, com o pessoal de animação 3D.

É verdade que os computadores de hoje, com sistemas e aplicativos rodando em 64-bit, com vários gigas de memória RAM, drives SSD, e GPUs ultra-poderosas, facilitaram bastante a vida desses caras. Os renders já não duram tanto quanto antes.

Mas não seria bom ter um jeito de poder sair da sala ou mesmo do local de trabalho enquanto um render brabo tá rolando, e ser avisado, onde você estiver, que o render terminou?

Pois é exatamente isso que o Render Track, que acabada de ser lançado, se propõe a fazer.

RT_00

Trata-se de uma solução formada por dois softwares; um fica no computador, e outro no seu iPhone ou iPad. Você põe um render pra rodar, e você é avisado no dispositivo iOS quando o render acaba.

A idéia por trás do App é maravilhosamente simples. E ela saiu da cabeça do publicitário Daniel Wasjman, que vive no Rio de Janeiro, numa das suas incursões com a pós-produção de vídeo digital.

A gente tem uma entrevista com o Daniel, que conta tudo pra gente sobre o seu app, desenvolvido pelo amigo Michel Epsztejn.

Videoguru – Como surgiu a idéia do aplicativo?

Daniel Wasjman – Há algum tempo eu estava terminando a produção de um VT cheio de efeitos (no Motion) e já estava virado (como todo bom editor de vídeo). A cada render eu tentava dormir um pouco, mas não conseguia, pois não queria perder o fim de cada renderização.

Aí me veio a ideia de ter algum tipo de programa que pudesse me avisar do fim do render independente do programa que eu estivesse usando. Conversei com um amigo meu, Michel Epsztejn, que é desenvolvedor, e a ideia evoluiu bastante.

Desenvolvemos por alguns meses e acabamos de preparar um aplicativo de Mac que trabalha em conjunto com um App para iPhone (ou outro iToy) e que avisa não somente no computador, como também no iPhone da pessoa quando o render terminar.

O App foi aprovado pela Apple na semana passada, e estamos iniciando agora a divulgação do mesmo.

RT_iOS

Videoguru – Como o Render Track funciona?

Daniel – O programa avalia o uso de recursos do computador. Principalmente o uso da CPU. Na verdade este app pode ser usado para informar do fim de qualquer processo computacional pesado.

Tanto o computador quanto o telefone precisam ter acesso à internet. Estamos usando o sistema de notificação (assim como WhatsApp, Facebook, etc). A aplicativo para o computador precisa estar ativado, com o switch CPU ligado, e com a informação do “Token” (numero identificador) que é gerado pelo app que fica rodando no dispositivo iOS.

O App não precisa estar aberto no iPhone ou iPod. Ele avisa através de uma notificação, podendo emitir som ou vibrar.

RT_mac

Videoguru – Quais os planos de desenvolvimento para o aplicativo daqui pra diante?

Daniel – Hoje o RenderTrack funciona apenas em Mac e iOS. Agora estamos trabalhando no desenvolvimento das versões Windows e Android. Acho que vai ser muito util para quem desenvolve 3D.

Videoguru – A licença vale para um aplicativo que pode rodar simultaneamente em mais de um dispositivo iOS e mais de um Mac?

Daniel – iOS: Pode usar em qualquer dispositivo que a pessoa tiver (mesma conta do itunes que, se não me engano, a Apple limita em 7 ou 8 devices por conta). Mac: Pode instalar em quantos computadores quiser (recebe o nome do computador que terminou o render na notificação – caso esteja usando mais de um). Mas precisa esta ligado a algum device iOS (ou futuramente Android).

• • •

O Render Track não é nada que um editor não possa viver sem, mas pode quebrar um galhão e nos oferecer um pouco mais de produtividade, liberdade e conforto. Entretanto, como ressaltamos antes, em certos casos, como para o pessoal do 3D ou mesmo para artistas de motion graphics, pode ser até fundamental.

Fica a dica. Nos meus testes, com o Compressor fazendo um encode longo, por exemplo, funcionou perfeitamente. Com a conexão 3G do iPhone, fui avisado do final do encode mesmo estando fora do meu estúdio.

Talvez a interface possa evoluir um pouco, ganhar alguns recursos de gerenciamento de dados, mas o programa é mesmo muito simples, e não tem porque não continuar sendo. O que importa é que ele faz o que se propõe a fazer com eficiência.

O site do app é www.rendertrack.com. A versão para o Mac é gratuita e a versão para o iPhone custa US$6.98 na iTunes Store.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
1 5613

Seguindo a tendencia de ofertar pacote de produtos na área vídeo digital, a Red Giant comercializa o Shooter Suite, que traz um conjunto de aplicativos e filtros adequados para produções profissionais. Seus componentes vão desde ferramentas para facilitar a...
0 5301

Não é novidade que o Mocha é a principal referência hoje na área de motion tracking (rastreamento de movimento). O programa já tem uma história e segue se renovando, como faz agora. E muito bem, por sinal, como vamos...

Deixa seu comentário

GALERIA

1 4863

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5343

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 5976

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...