Home Artigos Software Rigid Mask Tracker – o destaque do novo After Effects

Rigid Mask Tracker – o destaque do novo After Effects

Neste nosso universo criativo, o deadline “pra ontem” não é nenhuma novidade. Porém, enquanto a ideia de ter um Delorean para cumprir tais prazos está ainda apenas em nossa imaginação, o pessoal da Adobe está cada vez mais nos dando aquela mão, agora com a nova e principal ferramenta do update 12.1 do After Effects: o Rigid Mask Tracker.

Então, para que serve o Rigid Mask Tracker? Em poucas palavras, ele torna possível transformar uma máscara de modo que ela siga o movimento de um ou mais objetos em um layer de vídeo. Simples assim. Até o lançamento da nova versão, para obter esse efeito, era necessário o uso de plug-ins ou aplicativos de terceiros, fazer uso de scripts ou combinações de recursos como null object e parenting articulados a uma máscara.

Agora, tudo se resume a poucos cliques, tornando um workflow antes um tanto dispendioso e não muito preciso, em um workflow mínimo, símples e de fácil execução.

A partir de uma máscara selecionada, a ferramenta analisa as transformações do objeto inicialmente isolado por ela, e adiciona keyframes à propriedade Mask Path dessa mesma máscara. Também temos agora uma aba de Tracker específica e bastante simples para aplicação do recurso com métodos a partir dos parâmetros Position, Scale, Rotation e Skew, e Perspective. Você também pode selecionar quantas máscaras desejar antes de dar um play em Analyze Foward ou Backward na aba Tracker.

Rigid Track Mask 2

Apesar de representar um grande avanço, o Rigid Mask Tracker não dá conta de todas as situações, pode exigir ajustes manuais subsequentes, e apresenta algumas limitações. Além do elemento isolado precisar manter a mesma forma (daí o nome “Rigid”), a ferramenta vale apenas para layers de vídeo, pre-compositions  (com base em arquivos de vídeo) e também adjustment layers. Não é possível o uso em solid layers ou layers com base em arquivos de imagens (stills), mesmo que animadas.

Acompanhe abaixo um vídeo de demonstração do recurso, apresentado por Steve Forde, Gerente de Produto da Adobe para efeitos visuais, do qual também tiramos as telas desse post.

Por conta desse e outros novos recursos, entre todos os updates passados do AE, com certeza, este é um dos mais substancial que já vi desde que comecei a usá-lo. Espera-se que a Adobe continue assim, com essa mesma pegada em novos e mais frequentes updates para os softwares do Creative Cloud.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
1 6167

Seguindo a tendencia de ofertar pacote de produtos na área vídeo digital, a Red Giant comercializa o Shooter Suite, que traz um conjunto de aplicativos e filtros adequados para produções profissionais. Seus componentes vão desde ferramentas para facilitar a...
0 5729

Não é novidade que o Mocha é a principal referência hoje na área de motion tracking (rastreamento de movimento). O programa já tem uma história e segue se renovando, como faz agora. E muito bem, por sinal, como vamos...

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5232

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5718

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6368

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...