Home Notícias Outros Saiba tudo que rolou no evento da Adobe em São Paulo

Saiba tudo que rolou no evento da Adobe em São Paulo

Conforme adiantamos pra você, a Adobe passou pelo Brasil essa semana com o evento Adobe Create Now Video Road Show. O Videoguru foi até lá conferir e vai contar tudo que rolou pra você nesse post.

Como você sabe, o encontro com os profissionais brasileiros aconteceu nessa terça-feira em São Paulo, no Hotel Pullman, convenientemente a 20 minutos do Aeroporto de Congonhas. Pelo menos pra quem encarou a ponte aérea Rio-SP para comparecer, como foi o nossso caso.

Na parte de fora do salão onde se deu a apresentação haviam pequenos estandes de demonstração de alguns dos fabricantes parceiros da Adobe. Enquanto degustava um mini café-da-manhã, o público pôde ver de perto algumas maquinas novas da HP, o Cinema 4D integrado com o AE, e as novas tablets da Wacom, por exemplo.

 

adobe_roadshow_07O modelo tudo-em-um da HP, o Z1, mostrado no estande da HP, chamou atenção.

 

adobe_roadshow_02

O pessoal da CAD Tec estava presente mostrando a estreita integração entre o Cinema 4D e o After Effects.

 

adobe_roadshow_03

A Wacom exibiu a nova Intuos Pro para os visitante do evento.

 

O evento começou com Lia Vicente, Gerente Sênior de Marketing da Adobe Brasil, apresentando o paletrante Antonio Brunetti, representando a HP. Ele apresentou a linha Z de workstations do fabricante, com modelos de computadores all-in-one, desktop, portátil, e ainda uma série de monitores de vídeo.

As máquinas são de primeira linha, com tecnologias avançadas de arrefecimento de calor e componentes de última geração, especialmente no que se refere a memorias, processadores e placas de vídeo da nVidia. Para quem deseja adquirir um PC de marca, a HP, certamente, oferece algumas das melhores opções.

Após a apresentação da HP, a Adobe entrou em campo com o palestrante principal, Gustavo Brunser, Gerente Sênior de Desenvolvimento de Negócios de Áudio, Vídeo e Imagem da Adobe, que começou falando do conceito do novo modelo de negócios da Adobe, o Creative Cloud.

Ele procurou enfatizar que, com o novo sistema de assinaturas, os programas continuam rodando localmente, são mais faceis de adquirir e oferecem ótima relação custo-benefício (inclui todos os programas da Adobe), e os updates serão muito mais frequentes e responsivos.

A partir daí, Gustavo passou a se concentrar nas soluções de vídeo do Creative Cloud, falando inicialmente da mudança de estratégia da Adobe de alguns anos pra cá, com uma forte guinada de investimento no desenvolvimento de um conjunto de ferramentas verdadeiramente profissionais para cobrir todo o fluxo de trabalho da produção audiovisual.

 

adobe_roadshow_05

Gustavo Brunser em sua apresentação.

 

Ele discorreu sobre os benefícios do Adobe Story, para escrever roteiros e planejar uma produção e do Adobe Prelude, para ingestão e logging, e de como elas funcionam de modo integrado, “preparando a cama” para o Premiere.

Assistindo a apresentação de Brunser, percebe-se que essas ferramentas oferecem recursos bastante interessantes, e que elas, ainda não foram devidamente compreeendidas e valorizadas pelos usuários em geral.

O papo seguiu para o Premiere, com destaque para detalhes importantes como a sincronização de conjuntos de ajustes do programa via nuvem, a compatibilidade com multiplos formatos na mesma timeline e sem conversão, o benefício do reequadramento com material 4k em sequências full HD, a troca de projetos com o FCP7 e o Avid, dupe frames e outros overlays de informação.

Ao mostrar o SpeedGrade, o foco de Gustavo foi a possibilidade de trabalhar com Looks & Luts através Lumetri Color Engine presentes tanto no SpeedGrade como no Premiere, para usar padrões de granding pré-ajustados. Ele ainda demonstrou como usar o Photoshop para corrigir a cor de um frame exportado, e depois usar o recurso de igualar cores do SpeedGrade para aplicar o ajuste no material de vídeo.

Sobre o After Effects, Gustavo começou falando das melhorias introduzidas no efeito Warp Stabilizer, com a estabilização seletiva de áreas da imagem. Mas logo depois, chamou o pessoal da CAD Technology, distribuidor autorizado da Maxon no Brasil.

 

adobe_roadshow_06

A apresentação do pessoal da CAD mostrando o Cinema 4D trabalhando com o After Effects.

 

David Oliveira, da CAD, foi traduzindo os passos de uma demonstração feita um por um artista de 3D, trabalhando com um cena misturando imagem viva e ilustração 3d. Ele usou os novos recursos 3D Camera Tracker e o Live 3D Pipeline (via plugin Cineware) no After Effects, numa integração total e sem render entre o programa da Adobe e o Cinema 4d Lite (incluido no pacote do AE CC).

Depois do intervalo, Gustavo reassumiu o microfone para falar do Adobe Anywhere, a grande novidade da Adobe para a área de vídeo, uma robusta ferramenta para trabalho colaborativo em ambientes de pós-produção. Ele explicou como funciona o sistema trabalhando com dois laptops, um deles fazendo as vezes de servidor.

Brunser falou da diferença fundamental entre os conceitos de projeto e produção no contexto do Anywhere, sendo o segundo, um arquivo XML, a base para o trabalho colaborativo em rede.

Os arquivos de uma produção ficam localizados no servidor, e o compartilhamento é feito em tempo real – sem proxies – com streaming em resolução adaptativa de acordo com a largura de banda disponível, tudo funcionando a partir de  copia especial do Premiere.

Uma produção pode começar localmente enquanto move os arquivos ingeridos para o servidor, e independente de plataforma. Todas os compartilhamentos de sequências e versões é feita através de trocas via XML, tornando possível trabalhar até com conexões pela internet, desde que com larguras de banda decentes.

O Anywhere, atualmente, integra o Prelude e o Premiere, que até o final do ano terão a companhia do After Effects, que num futuro próximo incluirá o recurso de render no sevidor.

Gustavo simulou um processo de resolução de conflitos de versões de uma sequencia de edição em tempo real com a ajuda de Paulinho Franqueira, Consultor de Soluções da Adobe Brasil, com ambos trabalhando simultaneamente sobre o mesmo material.

Hoje, o Anywhere está projetado para o trabalho em grandes estruturas de pós-produção, como emissoras de TV e grandes produtoras, mas Brunser afirmou que em breve haverá desenhos novos para grupos pequenos.

O evento seguiu com uma apresentação de Billy casanova, Gerente de Canais da  Quantum Corporation, com dispositivos de armazenamento da família StorNext para trabalhar com soluções de Media Asset Management, fundamentais em ambientes pós-produção compartilhados como o Adobe Aniwhere.

 

adobe_roadshow_08

O mapa das soluções da Quantum.

 

A última participação focou justamente no tema de Media Asset Management, com as soluções da EditShare, a mesma empresa que desenvolve o software de edição LightWorks. O palestrante, João Canavezes, mostrou que os produtos EditShare estão habilitados a prover as facilidades necessárias para diversos ambientes de trabalho compartilhado em jornalismo e automação, produção, reality show, educação, esportes e eventos ao vivo.

No final, teve sortei de brindes, inclusive de uma placa nVidia k4000 e uma licença anual do Creative Cloud, e Gustavo Brunser ainda arranjou um tempinho para conversar conosco e mandar uma mensagem especial para os leitores do Videoguru.

 

adobe_roadshow_10

A hora do sorteio, com Gustavo Brunser e Paulinho Franqueira. 

 

O recado de Gustavo Brunser para os leitores do Videoguru.

 

Nós sugerimos a possibilidade de se pensar um evento similar no Rio de Janeiro para o início do ano quem, em parceria com o Videoguru e a edt. Vamos torcer para que tudo corra bem, e que o Brasil ganhe mais essa oportunidade de conhecer melhor as cada vez mais interessantes soluções da Adobe para a área de vídeo digital.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 2279

Conforme prometido pela empresa no início do ano, a Avid anunciou em comunicado oficial uma programação para regularizar a prestação de contas de seus demonstrativos financeiros referentes à anos fiscais passados. A não entrega desses relatórios financeiros foi o que...
0 2050

O modelo tradicional de negócios dos grandes fabricantes de equipamento broadcast parece não funcionar mais nos tempos modernos. E, por isso, muitos deles correm sério risco de fechar as portas ou serem comprados por outras empresas. O que, aliás, já...

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5264

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5754

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6421

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...