Home Notícias Outros WWDC 2012 frustra expectativa de Mac Pro renovado (post atualizado)

WWDC 2012 frustra expectativa de Mac Pro renovado (post atualizado)

Os rumores se confirmaram, mas não era bem o que o pessoal de vídeo esperava. Na WWDC 2012, a Apple anunciou os maravilhosos MacBook Pro “Retina Display”, mas os tais novos Mac Pro não são tão novos assim. :-(

Pois é, de um lado, valeu pela satisfação de conhecer a linha de modelos “Next Generation MacBook Pro”, com a fantástica tecnologia Retina Display que permite que eles cheguem à incrível marca de 2880×1880 de resolução a 220 ppi, com um total de 5,184,000 pixels em uma tela de 15,4″!

Essas máquinas são mais finas e pesam menos dos que os modelos comuns, vêm configuradas com os processadores quad-core Intel Core i7 (Ivy Bridge) de até 2,7GHz (com Turbo Boost de até 3.7GHz), drives SSD de até 768GB, 8GB de memória RAM, placas gráficas NVIDIA GeForce GT 650M com 1GB de memória GDDR5, duas portas Thunderbolt, duas portas USB 3.0 e uma porta HDMI.

Registre-se ainda que, em compensação, o modelo Retina Display não conta com drive ótico e as portas FireWire 800 e as portas Ethernet foram igualmente pro saco. Mais do que nunca vamos precisar de novos periféricos e de docks como os da Belkin para reparar o estrago e evitar, sobretudo, que nossos dispositivos de armazenamento antigos tornem-se obsoletos da noite para o dia.

No entanto, há que se admitir, trata-se, sem sombra de dúvida, do melhor e mais poderoso computador portátil já fabricado pela Apple. O preço é que saiu meio salgado: de US$2.199 a US$2.799 nos modelos básicos.

O FCPX, o Compressor e o Motion, por sua vez, receberam updates com correções de bugs e compatibilidade com o recurso Retina Display. Durante o keynote, foi dito que, nas máquinas Retina Display, o novo FCPX 10.0.5 permite exibir um preview de imagem no painel Viewer em 1080p na configuração de interface que inclui os painéis Timeline e o Event Library, e consegue trabalhar com até nove streams de video HD em tempo real.

Os demais modelos MacBook Pro também ganharam portas USB3.0, juntamente com alguns outros incrementos de configuração. A Apple promete disponibilizar até julho um adaptador Thunderbolt-HDMI e outro Thunderbolt-Ethernet Gigabit (ufa!). Também foi anunciado um novo tipo de sistema de ventoinha de dissipação de calor mais eficiente e ultra-silencioso no modelo Retina Display e as baterias duram até 7 horas em toda a linha MacBook Pro.

Os modelos MacBook Air, do mesmo modo, receberam upgrades, enquanto que o modelo Macbook Pro de 17″ foi completamente descontinuado. Fora isso, de novidade, ainda foram anunciados o iOS 6, prometido para o outono do hemisfério norte, e o Mac OS Mountain Lion, este prometido para já para julho.

E quanto ao Mac Pro? Vieram os modelos novos? Sim, mas… não exatamente o que todos estavam esperando. As máquinas “novas” ganharam apenas modestos upgrades de clock de processador, e incrementos de memória e disco nos modelos de base. Nada de porta Thunderbolt nem conectividade 802.11n WiFi, por exemplo.

Clique para ampliar

O que isso quer dizer? Pessoalmente, numa postura otimista, interpreto que a Apple está sinalizando que não vai abandonar o mercado Pro de máquinas mais parrudas e que deve lançar algo mais à frente, talvez em sincronia com o lançamento de novos chips Intel.

Digo isso baseado no fato de que ela poderia ter anunciado o fim de linha dessas máquinas e, ao contrário, se preocupou em, aparentemente, mostrar que os modelos para esse nicho não serão descontinuados lançando pequenos upgrades de configuração.

Mas que foi frustrante, lá isso foi. Sem falar de que o FCPX, com esse update, descontinuou o padrão de intercalamento de updates fortes com muitos recursos, alternados com updates de correção de bugs.

Agora só nos resta esperar por uma versão bem mais robusta do FCPX para, provavelmente, daqui a dois meses, torcer por um novo Mac Pro de verdade saindo ainda esse ano, e, enquanto isso, nos deliciar com o novo Macbook Pro Retina Display com drive SSD, 2 portas Thunderbolt, 2 portas USB 3.0 e uma porta HDMI. Que máquina!

• • •

Atualização (13/06/12) – Acabo de ler um excelente artigo de David Pogue, prestigiado articulista do New York Times para assuntos de tecnologia, sobre a WWDC desse ano. O artigo foi inclusive citado num post do blog do Larry Jordan. Pogue analisa os lançamentos do evento, e aponta algumas tendências importantes na estratégia da Apple que também observamos acima: os discos de DVD e CD, a porta Ethernet e os discos rígidos são coisas do passado.

Mas o mais significativo para nós, no contexto desse post, foi o penúltimo parágrafo, que tomei a liberdade de traduzir e citar logo abaixo:

“Muitos observadores da Apple também se perguntam se a Apple pensa que os computadores de mesa estão mortos, uma vez que nenhuma palavra foi dita sobre os modelos iMac e Mac Pro. Um executivo me assegurou, no entanto, que o projeto dos novos MacPro está em andamento, provavelmente para lançamento em 2013.”

Ora, David Pogue é um dos jornalistas da área de tecnologia mais bem relacionados, com fontes mais do que respeitáveis. Pode ser até que ele esteja errado, mas o que ele diz é totalmente coerente com a nossa leitura do movimento da Apple, conforme escrevemos no final do texto original desse post.

Como dizem por aí, quem viver verá. Vida longa ao Mac Pro! De preferência, com mais um design brilhante e inovador que permita à Apple também bradar uma vez mais: “Esse é o melhor e mais poderoso computador desktop de todos os tempos”. Nós, admiradores e fiéis consumidores dessas máquinas maravilhosas com o DNA intelectual de Steve Jobs, agradeceremos felizes e satisfeitos.

• • •

Ah, e tem mais um detalhe. A Apple retirou o rótulo de “New” que havia colocado sobre o modelo Mac Pro na página inicial da loja de seu site http://store.apple.com, em todos os países em que atua, inclusive no Brasil. Na imagem de abertura desse post, você pode conferir como estava na loja americana. Nada mais correto, afinal, de novos, esse modelos não tinham praticamente nada.

Gostou do artigo ?

Inscreva-se em nossa Newsletter para receber as atualizações do VideoGuru.

Artigos relacionados
0 2257

Conforme prometido pela empresa no início do ano, a Avid anunciou em comunicado oficial uma programação para regularizar a prestação de contas de seus demonstrativos financeiros referentes à anos fiscais passados. A não entrega desses relatórios financeiros foi o que...
0 2036

O modelo tradicional de negócios dos grandes fabricantes de equipamento broadcast parece não funcionar mais nos tempos modernos. E, por isso, muitos deles correm sério risco de fechar as portas ou serem comprados por outras empresas. O que, aliás, já...
6 comentários Nesse post
  1. 10.000,00 no retina é um desrespeito com o Brasil…
    2.200 dolares lá…

    Quem da 10.000,00 num Macbook…?
    Tem que andar de ferrari

    E Brasil….

    • Concordo, Erik, mas nesse caso a culpa não é bem da Apple, mas do governo brasileiro, não acha?

      • Concordo…porem, a Apple nao sei o que pensam do brasil pois nem o siri em portugues nao fizeram, sera que tem tao pouca gente com iphone por aqui?

        • Sem dúvida, a Apple pode e deve melhorar o suporte para o Brasil e os países de língua portuguesa, com uma versão em nosso idioma para o Siri.

  2. Na real o que os donos do MAc não dizem é que eles já não fabricam o Mac Pro pois eles terceirizam e apenas colocam sua marca.O verdadeiro fabricante de todas as peças menos é claro do processador é o http://www.promax.com/. Isso mesmo o Pro Max responçavel pelos modelos servidores também da HP linha Z800, Z820. Enquanto isso muito gente desenformada acha que está comprando produto “MAC”

Deixa seu comentário

GALERIA

1 5231

A interação entre ação viva e animação tem sido explorada ao longo da história do cinema, com muitos exemplos dos estúdios Disney e o inesquecível "Uma Cilada para Roger Rabbit", dirigido por Robert Zemeckis. O resultado, em geral, é estimulante. Pensando bem, a idéia...
8 5717

Esse vídeo fantástico, feito na Rússia para o lançamento de um projeto imobiliário, foge totalmente dos padrões tradicionais e utiliza a fantasia, com imagens incríveis, no lugar do uso tradicional de plantas e animações dos prédios em computação gráfica....
1 6366

Há algum tempo, publicamos um post com um vídeo do editor Piu Gomes, criado para responder a essa pergunta essencial para quem quer entender a linguagem audiovisual: o que é montagem? Também publicamos, há mais tempo ainda, outro post chamado...